Publicidade
Manaus Hoje
TRÁFICO

Quarteto que fazia delivery de droga no Lírio do Vale é preso pela PM, em Manaus

Eles confessaram que haviam acabado de descer de um Uber e aguardavam um comprador. Depois, delataram o patrão deles 17/01/2018 às 12:19 - Atualizado em 17/01/2018 às 12:20
Show bdedcf4f 4f90 48e2 aebd b22d9ec8af28
Foto: Divulgação
Édria Caroline Manaus (AM)

Policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), prenderam em flagrante na noite dessa terça-feira (16), em Manaus, quatro pessoas suspeitas de tráfico de drogas. Segundo a PM, o grupo fazia delivery de entorpecentes no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste.

Os presos são Leonardo do Nascimento, de 29 anos, Simone Rodrigues de Arruda, de 32 anos, José Francisco dos Anjos Rodrigues, de 37 anos, e Carlos Alberto Ramos, de 47 anos. A prisão dos quatro aconteceu por volta das 23h tanto no Lírio do Vale como no bairro Nova Cidade, na Zona Norte.

De acordo com os policiais militares da Rocam, eles receberam uma denúncia por meio do WhatsApp informando que três infratores estariam fazendo entrega de drogas na avenida Vera Cruz, bairro Lírio do Vale, Zona Oeste. A equipe foi ao local e avistou os suspeitos, realizando então a abordagem.

Durante a revista com os suspeitos foi encontrado dentro da bolsa da mulher um quilo de substância prensada supostamente maconha tipo skunk. Eles confessaram que haviam acabado de descer de um carro da Uber e estariam aguardando o comprador dos entorpecentes. Eles também confessaram que haviam vindo do Nova Cidade e que na casa do patrão deles haveria mais drogas.

Os policiais militares se deslocaram até o local descrito pelo trio e, ao chegarem, encontraram mais três quilos da mesma substância em poder de Carlos. Ele confirmou que os três eram funcionários dele e disse ainda que na casa deles, no bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste, haveria mais droga, onde posteriormente os policiais encontraram mais três quilos do mesmo produto.

Os quatro suspeitos foram flagranteados por tráfico de drogas e encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), junto com os entorpecentes apreendidos.