Publicidade
Manaus Hoje
BRIGA POR HERANÇA

Quatro dias após morte da mãe, pedreiro é morto por sobrinho em briga por herança

Filhos e sobrinhos vinham brigando pela casa e sítio da idosa falecida no último domingo (12). O pedreiro foi morto na frente de outros familiares e do filho dele de 10 anos 16/11/2017 às 11:02 - Atualizado em 16/11/2017 às 11:16
Show 202f8c9a a615 4da4 8885 48850d6f7411
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

O pedreiro Alessandro Ferreira de Souza, de 40 anos, foi assassinado com um tiro no peito no início da manhã desta quinta-feira (16), em Manaus, dentro da casa onde morava, na rua Vick, bairro Jorge Teixera 3, Zona Leste da capital. O autor foi identificado como sendo o sobrinho dele, um adolescente de 16 anos, que fugiu do local.

O crime aconteceu quatro dias após a morte da mãe do pedreiro, uma idosa que faleceu no último domingo (12). Segundo a Polícia Civil, a vítima foi assassinada durante uma briga pela herança da família.

De acordo com investigadores da Polícia Civil, filhos e sobrinhos vinham brigando pela casa e sítio da idosa. Na manhã de hoje, a vítima e o sobrinho se desentenderam e o pedreiro acabou morto. O crime aconteceu na frente de outros familiares, incluindo quatro mulheres e o filho do pedreiro, de 10 anos de idade.

Alessandro Ferreira deixou ao todo seis filhos, que revoltados prometeram vingança. Eles prefeririam não falar com a reportagem. O corpo do pedreiro foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) por volta das 10h30. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).