Publicidade
Manaus Hoje
OPERAÇÃO

SSP prende sexteto em operação contra o tráfico doméstico em Manacapuru

A ação faz parte da operação “Carão”, parte da “Alegoria Proibida”. Detran-AM também participou e já apreendeu 122 motocicletas e 20 carros 18/01/2018 às 12:20 - Atualizado em 18/01/2018 às 12:22
Show c419364c ab39 4f9f ba50 2d95317a2a39
Foto: Jander Robson
Édria Caroline Manaus (AM)

Seis pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas no município de Manacapuru. A ação faz parte da operação “Carão”, parte da operação “Alegoria Proibida”, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

As prisões de Rosenil Duarte Gomes, de 43 anos, Sheliam Vitor dos Santos, de 31 anos, Reuly Miranda da Silva, de 38 anos, Elane Dantas Meireles, de 32 anos, Jeremias Brito da Silva, de 22 anos e Felipe Lopes de Lima, de 19 anos aconteceram entre a manhã de ontem (17) e a manhã de hoje (18), e resultaram na apreensão de 105 trouxinhas de maconha e oxi, R$ 9 mil em espécie, um revólver calibre 38, 21 munições de calibre 38 intactas e uma TV LCD.

De acordo com o vice-governador e secretário da SSP, Bosco Saraiva, a ação no interior começou por Manacapuru e acontece simultaneamente no Careiro da Várzea. O objetivo não visa apenas combater o tráfico internacional, mas o doméstico que tem crescido, segundo ele.

“Essa operação Carão dentro do município de Manacapuru é justamente para combater o tráfico doméstico, que é o que perturba a população. Que promove os assaltos, os roubos a residências, que incentivam a violência”, explicou.

Com Reuly foi encontrado um revólver calibre 38 com 15 munições intactas. Como o delito é afiançável, ele foi autuado por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e, após pagar quantia em dinheiro no valor de dois salários mínimos, foi liberado.

Rosenil, Sheliam, Elane, Jeremias e Felipe foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e ficarão presos na delegacia de Manacapuru à disposição da justiça. A operação "Alegoria Segura" continua por todo o Amazonas até o fim do período carnavalesco.

Operação Detran

Simultaneamente à apresentação dos suspeitos acontecia na entrada da cidade uma blitz do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), ação que também faz parte da operação. “Temos mais de 100 veículos apreendidos irregulares, e presume-se que veículos que não tem documentação podem sim estar servindo para o tráfico, à marginalidade, aos assaltos”, explicou o secretário da SSP.

Até o momento já são 122 motocicletas e 20 carros apreendidos.

Publicidade
Publicidade