Publicidade
Interior
Projeto de gestão

Amazonastur vai investir em turismo de eventos e de pesca esportiva

Com menos de trinta dias de governo, Orsine Oliveira Júnior tem como uma de suas prioridades ocupar a Arena da Amazônia para diminuir o impacto dos custos fixos que hoje giram em torno de R$ 3 milhões ao mês 31/10/2017 às 16:49 - Atualizado em 31/10/2017 às 17:32
Show orsine
Presidente Orsine Oliveira Júnior está focado em gerar receita através da Arena da Amazônia, Centro de Convenções Vasco Vásques e com a pesca no interior
Antonio Ximenes Manaus (AM)

Transformar o Amazonas no mais importante destino de turistas em Floresta Tropical do planeta, é uma das metas do presidente da Amazonastur, Orsine Oliveira Júnior. "Nós temos um potencial extraordinário e já conversei com o governador Amazonino Mendes, do quanto podemos alavancar a economia do Estado com o turismo", disse Orsine em conversa com o jornal A Crítica hoje.

Com um orçamento de pouco mais de R$ 18 milhões, dos quais a maioria é para custeio, algo em torno de R$ 16 milhões, a Amazonastur está trabalhando para fortalecer três eixos no curto prazo: turismo de eventos; pesca esportiva; e criar a estrutura para a implantação de uma Secretaria de Turismo com grande capilaridade no interior; especialmente pelas riquezas do meio ambiente e pelas diversas festas existentes no "Amazonas Profundo".

Com este cenário traçado em menos de trinta dias de governo, Orsine Oliveira Júnior tem como uma de suas prioridades a ocupação da Arena da Amazônia, para diminuir o impacto dos custos fixos que, atualmente, giram em torno de R$ 3 milhões ao mês. " Vamos conversar com quem entende de gestão de arena, para ter mais atrações como shows de artistas  nacionais e internacionais, grandes eventos religiosos, partidas de futebol de grandes times, entre outras atividades que atraiam um grande público".

Eventos

A ocupação do Centro de Convenções Vasco Vasques, é outra de suas missões. A partir deste espaço extraordinário para a realização de eventos empresariais e feiras, o presidente Orsine Oliveira Júnior pretende criar as condições ideias para atrair ao Estado milhares de turistas . Ainda esta  semana, um Encontro Nacional de Contadores vai contar com mais de dois mil participantes.

Com esse público dos eventos, a cidade de Manaus vai movimentar alguns milhões de reais durante o período, o que é fundamental para aquecer a economia e criar novos postos de trabalho no comércio e em toda a cadeia de receptivo turístico.

Plano

A equipe da Amazonastur trabalha na criação do Plano Estadual de Turismo e busca capital para ampliar os seus investimentos na área. "Em conversa com o governador Amazonino Mendes ficou estabelecido que receberemos mais recursos para a nossa área, mas a iniciativa privada tem um papel determinante também", comentou Orsine Oliveira Júnior.

Pesca

A pesca esportiva, que no momento representa uma plataforma de aproximadamente 16 mil turistas, cada pescador deixa em média R$ 6.000,00 por pacotes de cinco a seis dias, será reforçada com ações de divulgação dos principais destinos pesqueiros do Estado, em todas as suas calhas. A perspectiva do setor é a de que se possa chegar a um público de pescadores de cerca de 20 mil turistas ainda este ano. 

Aeroportos

A valorização do registro de pistas nos aeroportos existentes no interior, também faz parte da política de Orsine para valorizar o turismo. Os turistas norte americanos que vem pescar na região se deslocam para as calhas dos rios em aviões fretados e precisam de boas pistas,que, devidamente registradas e homologadas, aumentarão os pacotes de pesca oriundos dos Estados Unidos da América, pela segurança. Os norte americanos chegam a investir R$ 14 mil ,individualmente, por pacotes de pesca no Estado de cinco dias.