Publicidade
Interior
ECONOMIA

Doze municípios do Amazonas aderem ao programa INSS Digital

Iniciativa da Associação Amazonense de Municípios (AAM) deve injetar R$ 7 bilhões no Estado em três anos 16/10/2017 às 17:19 - Atualizado em 18/10/2017 às 16:29
Show inss digital
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Em pouco mais de dez dias, doze municípios do Amazonas já aderiram ao programa INSS Digital, iniciativa da Associação Amazonense de Municípios (AAM) e do Instituto Nacional de Seguro social (INSS), que deve injetar R$ 7 bilhões na economia do Estado nos próximos três anos.

Os municípios que aderiram ao programa até o momento foram Apuí, Itapiranga, Codajás, Tonantins, Ipixuna, Humaitá, Atalaia do Norte, Eirunepé, Juruá, Novo Airão, Careiro Castanho, Novo Aripuanã e Apuí, os três últimos já com agências do INSS digital inauguradas.   

“Nossa meta é que pelo menos dez agencias do INSS Digital comecem a funcionar no interior até o final deste ano. Esse número vai aumentar gradativamente e em 2020, podemos gerar recursos de até R$ 150 milhões por mês para os municípios”, afirmou o presidente da AAM Anderson Cavalcante.

Em pleno funcionamento, além do incremento na economia, o programa ainda pode gerar 100 mil empregos em todo o Estado.

Programa

O INSS Digital é o novo marco do atendimento do órgão no Brasil, por diminuir o tempo de espera nos processos dos beneficiários, uma vez que ele é feito todo digitalmente.  Com ele, todos os 62 municípios do Amazonas ficarão cobertos com o atendimento do INSS, o que deve ampliar dos atuais 313 mil para 800 mil beneficiários. 

Atualmente, a maioria dos municípios não tem agência do INSS. São apenas 27 unidades em todo o Estado, sendo sete em Manaus. Segundo o próprio instituto, o índice de benefícios pagos, de 7,7%, no Amazonas está abaixo da média nacional de 18%.