Publicidade
Interior
Direitos do cidadão

Moradores de quatro cidades passam a contar com polo da Defensoria

Defensor geral diz que polo em Parintins é o primeiro de um total de cinco. Os outros quatro devem ser abertos em 2018. "Estamos indo para o interior de forma estruturada, sem depender de favor de nenhum tipo de órgão público”, afirmou Rafael Barbosa 24/11/2017 às 16:35 - Atualizado em 24/11/2017 às 17:10
Show polo da dpe em parintins
Unidade da Defensoria Pública do Estado do Amazonas inaugurada hoje em Parintins também atenderá às cidades vizinhas: Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos.
acritica.com*

A partir de hoje, os moradores dos municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos poderão contar com a primeira unidade polo da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). Inaugurada hoje, em Parintins, a unidade também atenderá às cidades vizinhas. A inauguração da unidade dá início a um novo momento para a Defensoria Pública, com a instituição se fazendo presente no interior, de fato, com estrutura fixa e independente de qualquer outro órgão público, fortalecendo a isenção em suas ações.

A implantação de unidades polo no interior do Estado é o cumprimento de um compromisso do defensor público geral, Rafael Barbosa, feito à Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), como contrapartida pelo aumento no orçamento obtido em 2017, e que a instituição começará a receber mensalmente a partir de janeiro de 2018.

“Parintins é o primeiro polo, no ano que vem teremos mais quatro. Estamos indo para o interior de forma estruturada, sem depender de favor de nenhum tipo de órgão público. Estamos pagando o aluguel com o nosso dinheiro, comprando mobiliário, material de expediente, arcando com os custos e recebendo doações de quem tem interesse em participar dessa expansão, mas os custos fixos são exclusivamente da Defensoria Pública, diferente do que já aconteceu em outros tempos”, afirmou Rafael Barbosa.

Concurso

A estruturação dos polos no interior do Estado será coroada com a conclusão do primeiro concurso para servidor da Defensoria Pública do Amazonas, com prova marcada para ocorrer no dia 04 de fevereiro de 2018. As inscrições poderão ser feitas até 27 de novembro de 2017, nos sites da DPE-AM - www.defensoria.am.def.br/ - e da Fundação Carlos Chagas - www.concursosfcc.com.br/.

“Fico muito feliz por perceber que todo o trabalho realizado ao longo de 2016 e 2017, marcado por um planejamento sério e preocupado com a população do Estado, será capaz de consolidar a Defensoria Pública no interior do Estado. Em 2018, a Defensoria fará 28 anos e só agora terá unidade permanente em cidades tão importantes como Parintins, Humaitá, Tefé, Tabatinga e Itacoatiara”, disse Rafael Barbosa.

Inauguração

A solenidade de inauguração contou com a presença do prefeito de Parintins, Bi Garcia, e do vice-prefeito, Toni Medeiros, do prefeito de Boa Vista do Ramos, Eraldo Trindade, de Nhamundá, Nenê Machado, e de Barreirinha, Glênio Seixas. A solenidade também contou com a presença de deputados estaduais como Sabá Reis, cujo nome do pai, Zeca Pontes, foi escolhido para denominar a unidade. 

O filho mais velho de Zeca Pontes, Francisco Salvador Pontes, conhecido como “Canarana”, com 83 anos de idade, também prestigiou o evento.

Após o descerramento da placa e da bênção ministrada pelo bispo da Diocese de Parintins, dom Giuliano Frigeni, o defensor público geral, Rafael Barbosa, chamou os cinco defensores que trabalharão no polo a partir do dia 27 e os apresentou à comunidade. Inácio de Araújo Navarro, Natasha Yukie Hara de Oliveira, Marcos Roberto D’Agnessa Trippo, Lorena Torres do Rosário e Luise Torres de Araújo Lima vão cumprir uma tarefa essencial, que é dar assistência aos menos favorecidos daquela região do Amazonas.

O Polo Zeca Pontes funcionará, a partir de segunda-feira, 27, das 8h às 14hs, na Rua Paraíba, 7.331, Itaúna 1. 

 

*Com informações da assessoria de imprensa da DPE-AM

 

 

Publicidade
Publicidade