Publicidade
Interior
INVESTIMENTO

Pontos turísticos de Manacapuru receberão melhorias de infraestrutura

Além de sinalização turística, o Terminal Fluvial Turístico (TFT), o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e o Balneário do Miriti vão receber intervenções do Governo do Amazonas 29/12/2017 às 16:17
Show manacapuru 123
Foto: Reprodução/Internet
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O município de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus) começa a receber ações de melhorias na infraestrutura turística por meio do Governo do Amazonas. O anúncio dessas intervenções ocorreu durante a apresentação dos resultados da Pesquisa de Satisfação que a Amazonastur aplicou durante o 21º Festival de Cirandas, que aconteceu no início de dezembro. 

Uma das primeiras mudanças será a implantação da sinalização turística, de padrão internacional, a partir do mês de março, segundo informou o presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Orsine Junior. 

Além de sinalização turística, o Terminal Fluvial Turístico (TFT), o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e o Balneário do Miriti vão receber intervenções do Governo do Amazonas, com o objetivo de melhorar ainda mais esses equipamentos, que são bastantes procurados e utilizados pelos turistas e população local. 

Uma das obras mais aguardadas é a revitalização do Balneário do Miriti, considerado o portão de entrada do município. Para esta obra, que vai começar logo após o período de chuva, a Amazonastur vai investir cerca R$ 300 mil.

Outra proposta apresentada foi a adequação no Parque do Ingá, onde é realizado o Festival de Cirandas do município, visando melhorar a estrutura do local onde as Cirandas Guerreiros Mura, Tradicional e Flor Matizada se apresentam. 

“Eu vim aqui hoje para falar isso para vocês, eu amo Manacapuru. Já passei festival de ciranda aqui quando não tinha vaga em hotel de tanta gente. Temos que parar e pensar o que está errado, ajustar e melhorar. A ciranda precisa voltar ao que já foi, resgatar a essência original, a festa está grande mas dá para fazer melhor. A ciranda é um diferencial que não tem em outro lugar do norte, temos que fazer o que vocês têm de mais exclusivo que é a singularidade da ciranda de Manacapuru”, afirmou o titular da Amazonastur. 

O vice-prefeito de Manacapuru, Raimundo França, agradeceu o trabalho da Amazonastur no município. “Temos que fazer de Manacapuru um ponto turístico consolidado. Temos que fazer nossa parte, manter a cidade limpa, saber receber. Fico muito feliz com isso, quero agradecer e dizer que estamos de portas abertas. Só vamos fazer turismo se todos derem as mãos e acreditarem no setor e é isso que a Amazonastur vem nos apresentar”, finalizou França.

Resultados

Durante os três dias do 21º Festival de Cirandas de Manacapuru, o Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, realizou uma pesquisa de satisfação, que apresentou os seguintes resultados: o perfil principal de turistas que participou do evento reside em Manaus; média de idade de 42 anos; com ensino médio; solteiro; renda mensal média de R$ 2.935,50 (15,63% maior que no ano anterior); gasto médio por dia de R$ 125,14 (13,32% maior que no ano anterior) e com tempo médio de permanência de 2,93 dias. 

O índice geral de satisfação com o município foi de 55,91%, embora a intenção de retorno tenha ficado na casa de 89,16%. “Estamos aqui para trazer um feedback do que as pessoas disseram nas ruas. Trouxemos uma empresa para ter a maior imparcialidade possível, no sentido de ter um resultado bem realista para poder apresentas as propostas de melhoria para desenvolver o turismo”, disse Orsine Junior. 

Para a representante da ciranda Tradicional, Luciana Franco, as informações vão ajudar a melhorar o festival para o próximo ano. “Essas informações  são muito bem-vindas, e acredito que houve bastante interesse da Secretaria de Turismo em trazer esses resultados. Agradeço a Amazonastur por estar presentes e nos ajudar a engrandecer o nosso festival”, disse.

O secretário de Turismo e Cultura do município, Lurdem Cley Monteiro, considerou a apresentação dos resultados da pesquisa muito importante. “Agora podemos focar e direcionar as ações que realmente podem ser melhoradas e trazer benefícios para o município”, afirmou.

Publicidade
Publicidade