Publicidade
Interior
interiorização

Prefeito de Amaturá destaca papel da Suframa e parabeniza gestão em seminário

O seminário teve como pauta, a possibilidade de implantação de indústrias com a utilização de matérias primas da região 09/11/2017 às 21:15
Show reuni o 123
Foto: Divulgação
Eduardo Gomes - Especial para o Portal A Crítica Tabatinga (AM)

Um novo alento para o fomento da economia nos municípios do Alto Solimões. Durante dois dias o município de Tabatinga sediou o “Seminário sobre Industrialização na área de Livre Comércio de Tabatinga”. Realizado pela Prefeitura Municipal de Tabatinga e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o evento reuniu prefeitos, políticos locais (vereadores), comerciantes, profissionais liberais e microempreendedores da região.

O seminário teve como pauta, a possibilidade de implantação de indústrias com a utilização de matérias primas da região, nos segmentos de fitoterápicos e cosméticos.

“O papel da Suframa é importante que é trazer o Estado para o Alto Solimões”, afirmou o prefeito municipal de Amaturá, Joaquim Corado, um dos três prefeitos participantes do seminário.

Para o prefeito, a gestão do atual superintendente Appio Tolentino está procurando colocar em prática a política de interiorização da Suframa.

“Pela primeira vez poderemos cumprir do Decreto 288/67 que prevê a interiorização da Suframa sem necessidade da exigência do Processo Produtivo Básico (PPB) para a produção de fitoterápicos, cosméticos e de produtos com base nos frutos regionais”, observou o prefeito.

Para Corado, que já exerceu a função de superintendente adjunto da Suframa na década de 90, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), PIS, Confins e Imposto de Importação, além da não exigência do PPB, é um forte atrativo para a implantação de indústrias não só em Tabatinga onde há a Área de Livre Comércio, mas também os demais municípios que integram a mesorregião do Alto Solimões.

Redução do ICMS

Para o prefeito de Amaturá, falta o Estado cumprir a sua parte que é a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS). Ele cita o próprio exemplo do município, onde existe apenas uma única indústria, a de beneficiamento de castanha.

Durante o encontro, Joaquim Corado propôs reunião com os nove prefeitos da mesorregião para buscarem soluções aos problemas comuns para viabilizar de fato a interiorização da Suframa nos municípios visando atrair investimentos na cadeia produtiva.

“Para que tenhamos indústrias produzindo a partir de matérias primas de nossa região é preciso investir em uma melhor qualidade na energia, comunicação, saúde, educação e transporte que hoje são bastante precárias”, assinalou.

Presença

Dos nove prefeitos convidados para o seminário, apenas compareceram os prefeitos de Tabatinga, município anfitrião, Saul Bemerguy; de Benjamin Constant, David Bemerguy; e de Amaturá, Joaquim Corado.

Após o encerramento do seminário, o superintendente Appio Tolentino esteve reunido com os vereadores da Câmara Municipal de Tabatinga e o prefeito Joaquim Corado. Eles discutiram os entraves existentes na região que impedem o desenvolvimento econômico do município.

Publicidade
Publicidade