Publicidade
Manaus
Manaus

'A derrota não faz parte da minha vida', diz Vanessa após resultado da eleição em Manaus

Comunista lembrou que essa foi a 11ª eleição que participou. "Algumas não ganhei. Algumas venci", disse. "Não me sinto derrotada em momento nenhum" 29/10/2012 às 08:26
Show 1
Após proclamação do resultado das urnas neste domingo (28), Vanessa Grazziotin concedeu entrevista à imprensa
acritica.com Manaus

A candidata derrotada na disputada à Prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin (PCdoB), afirmou, em entrevista coletiva no início da noite deste domingo (28), que não se sente derrotada em virtude do resultado das urnas.

"Não me sinto derrotada em momento algum. A derrota não faz parte da minha vida",disse ela a jornalistas. "Obtive 34% dos votos, uma parcela importante dos manauaras, trabalhadores, trabalhadoras”, comentou. Ela lembrou que essa é a 11ª eleição que participa. "Algumas eu não ganhei. Algumas eu venci", disse.

"O resultado das urnas retrata o sentimento do momento", avaliou Vanessa Grazziotin, que acredita sair da eleição "mais forte". "Talvez fosse uma prova que eu precisasse passar".

Ela informou que semana que vem voltará para o Senado Federal e vai continuar "trabalhando por Manaus"."Eu e o candidato vencedor apresentamos projetos políticos diferentes. Mas não é pelo fato dele ser prefeito que deixarei de cuidar de Manaus", sustentou.

A comunista ainda disse que pretende "estudar" alguns episódios da campanha por conta de "verdades que viraram mentira".

Traição
Vanessa Grazziotin evitou polemizar a declaração do senador Eduardo Braga (PMDB), principal fiador de sua candidatura, que disse, em entrevista ao Valor Econômico, que a comunista foi vítima de "traição" do seu próprio grupo político.

"Não é momento de fazer avaliação. Avaliação a gente faz depois que a poeira baixar", disse. Questionada se estaria dando adeus a campanhas políticas, Vanessa respondeu de pronto: "Adeus de jeito nenhum. Daqui a dois anos tem eleição". 

Votação
O ex-senador Artur Neto (PSDB) foi eleito prefeito de Manaus com 65,95% dos votos válidos neste domingo (28), o equivalente a 603.483 votos. Ele superou em 31,9 pontos percentuais Vanessa Grazziotin. O tucano teve 291.876 votos a mais que a comunista. Vanessa recebeu 311.607 votos.