Publicidade
Manaus
Manaus

AAM e empresa aérea fecham parceria para baratear o preço das passagens para prefeituras

Será montada uma força tarefa para buscar soluções para a falta de  transporte aéreo nos municípios 11/05/2012 às 19:47
Show 1
A Trip teve a iniciativa de lançar uma promoção, a partir desta sexta-feira, 11, na qual cada prefeitura dos municípios terá 50% de desconto em três passagens aéreas por vôo
acritica.com Manaus

Uma reunião entre a Associação Amazonense de Municípios e a Trip foi realizada nesta quinta-feira, 10, com objetivo de buscar alternativas para o transporte aéreo nos municípios amazonenses que enfrentam muitas dificuldades como tarifas alta, falta de infra-estrutura, vôos não regulares, e muitas vezes, alguns municípios nem são atendidos pelas empresas aéreas.

Por estes motivos a empresa Trip teve a iniciativa de lançar uma promoção, a partir desta sexta-feira, 11, na qual cada prefeitura dos municípios terá 50% de desconto em três passagens aéreas por vôo; diminuindo assim, a distância para alguns municípios, como por exemplo, o município de Ipixuna, que muitas vezes têm que fretar aviões que custam em média R$ 16 mil, para socorrer a população em caso de urgência.

Para o presidente da Associação Amazonense de Municípios e prefeito de Manaquiri, Jair Souto, essa ajuda vem em boa hora, uma vez que os municípios passam por uma situação de emergência e calamidade por conta da grande cheia, e a aviação se torna o único meio de transporte de urgência, declara.

“Precisamos encontrar soluções mais definitivas e não só medidas paliativas como esta, e exigir a presença estratégica dos governos Estadual e Federal nessa região, onde populações inteiras dependem do transporte aéreo como uma questão de sobrevivência”, alertou o presidente.

O Diretor de Relações Institucionais e Infraestrutura aérea da empresa, Victor Celestino, e o Gerente Regional de Vendas, Lucas Frade, explicam que 13 municípios são atendidos pela Trip, mais que os 23 municípios restantes têm potencial para o a aviação civil, só que não existem condições de infraestrutura para que seja implantado o transporte aéreo.

A AAM, a TRIP e os prefeitos dos municípios estão em uma força tarefa para ir à Brasília junto ao governo federal, solicitar que sejam enviadas verbas para os municípios viabilizarem estas infraestruturas nesses aeroportos e aeródromos, podendo assim, minimizar a carência de transporte aéreo que em muitos casos é o único meio de locomoção dos municípios.