Publicidade
Manaus
ZONA NORTE

Aberto ao público um ano após concluído, Shopping T4 tem bicicletário 'invisível'

Adeptos das 'bikes' reclamam que o Shopping T4 não oferece estrutura para deixar bicicletas em segurança. Existe até uma placa com os horários do bicicletário, mas não funciona 16/12/2017 às 14:03
Show bike
Prefeitura inaugurou bicicletário no Shopping popular, sem instalar equipamento (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Álik Menezes Manaus (AM)

Obrigados a se arriscar para se locomover nas ruas de Manaus, ciclistas e adeptos das “bikes” da capital sofrem até depois que chegam ao destino. Pelo menos, é o que vem acontecendo no recém inaugurado Shopping Phelippe Daou (o Shopping T4), localizado na avenida Camapuã, bairro Cidade Nova, Zona Norte, onde não há estrutura para deixar as bicicletas em segurança. Os clientes do centro de compras ficam ainda mais revoltados porque há uma placa informando o local e os horários para utilização do bicicletário, mas a estrutura sequer foi instalada no local.

O estudante do segundo ano do Ensino Médio Raylson Braga, 28, disse que fica indignado com a falta de “sensibilidade” e respeito. O jovem também enfatizou que, mesmo aberto ao público muito depois da obra ter sido concluída, o shopping inaugurou com uma espécie de “bicicletário invisível”. “O prefeito (Arthur Neto) fez um grande show na abertura do shopping. Beleza, é um direito dele. Mas acho que o shopping só deveria ser entregue quando tudo estivesse nos conformes. Eu mesmo fiquei sabendo que tinha um bicicletário, mas quando cheguei aqui não tinha nada, não tive onde deixar minha magrela (bicicleta)”, reclamou o jovem.

Uma semana após a abertura oficial, que aconteceu no último domingo, o local continua apenas com uma placa informando sobre o espaço reservado para o bicicletário. Na manhã de ontem, A CRÍTICA esteve no local para constatar as reclamações dos usuários e a estrutura do bicicletário ainda não havia sido instalado.

A ausência do equipamento até desestimula clientes que frequentam o local. A universitária Bruna Moreira Miranda, 27, disse que muitas vezes prefere andar de bicicleta para economizar, mas evita ao máximo ir ao shopping T4 em virtude da dificuldade para estacionar a ‘bike’. “Vim duas vezes aqui de bicicleta recarregar minha carteira estudantil, mas desde que vi que não tem onde parar e deixar a bicicleta, não venho mais com ela. Tem umas lojas legais e onde colocar carga na carteirinha, mas eu nem vou mais de bicicleta porque é uma propaganda enganosa deles, dizendo que tem bicicletário. Ou venho a pé ou talvez nem venha mais”, lamentou.

Para o vigilante Camilo Bastos, a ausência de uma estrutura como bicicletário é uma falta de respeito com a população que utiliza bicicletas e deve ser reparada o quanto antes.

Sem informações

A CRÍTICA entrou em contato com a Prefeitura de Manaus para questionar quando a estrutura do bicicletário seria de fato instalada no local reservado a ela no Shopping T4. Contudo, não obteve respostas até a publicação desta matéria.

Publicidade
Publicidade