Publicidade
Manaus
Cotidiano, Acidente aéreo, cheia

Acidente de avião no Amapá gera boataria de que aeronave com políticos do Amazonas teria caído

Atraso na decolagem do voo em que estavam o governador, senadores e deputados do Amazonas também contribuiu para a onda de boatos  20/04/2012 às 10:17
Show 1
A cheia do rio Acre já afeta o município amazonense de Boca do Acre
Síntia Maciel Manaus

A queda de um avião modelo Cesna, na manhã desta sexta-feira (20), na área urbana de Macapá (AP) e o atraso na decolagem de uma das quatro aeronaves que seguiriam com parlamentares do Amazonas, para visitar os ribeirinhos atingidos pela cheia, gerou um princípio de boataria de que o avião com os parlamentares amazonense tivesse caído.  

As quatro aeronaves sairiam de Manaus, por volta das 7h. Entretanto, uma delas teve um atraso na decolagem de aproximadamente 45 minutos.

No avião estavam o governador do Amazonas Omar Aziz (PSD), os senadores Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Graziotin (PCdo B); os deputados federais Átila Lins (PMDB), Silas Câmara (PSD) e Pauderney Avelino (DEM).

O primeiro município visitado pela comitiva será Boca do Acre - localizado a 1.028 quilômetros de Manaus -, seguido de Cruzeiro do Sul (AC), Ipixuna e Guajará.

No sábado (21), a comitiva deve seguir para os municípios de Envira, Eirunepé, Itamarati e Caruari, e no domingo pela a visita se estende até o município Juruá, de onde retornam à Manaus.