Publicidade
Manaus
Manaus

Adaptações nos prédios da SMTU custarão mais de meio milhão aos cofres públicos

A SMTU, que já foi IMTT e IMTU, funcionou no Terminar Rodoviário Huascar Angelim (avenida Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife), Flores, Zona Centro-Oeste), por 32 anos. 05/11/2012 às 22:53
Show 1
A SMTU hoje é comandada pelo delegado federal Wesley Aguiar
Ana Carolina Barbosa Manaus

As adequações e adaptações do prédio da Superintendência Municipal de Trabsportes Urbanos (SMTU) na rua Maceió (Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças) e da subsede do órgão, na avenida Torquato Tapajós (Flores), ambos na Zona Centro-Sul de Manaus, custarão aos cofres municipais R$ 638,2 mil, segundo termos de contratos publicados nesta segunda-feira (05/11), no Diário Oficial do Município (DOM). Os prazos para as execuções são de 15 e 30 dias úteis, respectivamente.

A SMTU, que já foi IMTT e IMTU, funcionou no Terminar Rodoviário Huascar Angelim (avenida Mário Ypiranga Monteiro -antiga Recife-, Flores, Zona Centro-Oeste), por 32 anos. A saída do prédio estava prevista para o final de agosto, mas os primeiros atendimentos na sede da Torquato Tapajós iniciaram apenas em outubro.

De acordo com o Termo de Contrato n.º 008/2012–SMTU, firmado em 11 de outubro deste ano entre o órgão e a empresa Novacon Empreendimentos da Amazônia Ltda, as reformas estão previstas nos Projetos Básico e Executivo. A contar desta segunda-feira (05), a obra deve ser concluída até o dia 18 de dezembro, portanto, antes do final da gestão do atual prefeito Amazonino Mendes (PDT). 

Além disso, a instalação de 300 pontos de lógica de dados, 600 pontos de rede elétrica, quadros de distribuição elétrica, quadro de entrada para circuito de dados e voz, entre outros, nas instalações da rua Maceió, devem ocorrer em 15 dias úteis e custarão, segundo o Termo de Contrato n.º 009/2012–SMTU, R$ 415 mil. O contrato foi celebrado com a empresa C A Nascimento – ME. Ambos passaram por pregão.

Atendimento

Com uma semana de atraso, os atendimentos na unidade operacional da Torquato Tapajós foram iniciados em 30 de outubro deste ano, mesmo antes da reforma. Lá, funcionam os seguintes serviços: vistoria de táxi, Passa Fácil, Passa Fácil Estudantil, Vale Transporte, Cartão Cidadão, atendimento as instituições de ensino e parqueamento.

Segundo a assessoria da SMTU, o prédio localizado na Torquato Tapajós, ao lado do Centro de Distribuição da Ransons, funciona apenas a parte operacional, já o setor administrativo e financeiro está localizado no prédio da rua Maceió, nº 580 – Vieiralves.

Ainda de acordo com a assessoria do órgão, a mudança deve-se as condições precárias do local. Sem contar a falta de acesso a cadeirantes e pessoas com necessidades especias. E, ainda, que o SMTU estava gerenciando atribuições que não eram de competência da pasta - administração do Terminal Rodoviário.