Publicidade
Manaus
Manaus

Aeronave cai sobre carros da empresa Amazonas Energia e explode em Manaus

O avião modelo Sêneca PTEUP vinha de Tefé e atingiu veículos que estavam estacionados em um terreno da rua Sergipe. As quatro pessoas que estavam a bordo conseguiram sair da aeronave minutos antes de ela explodir 26/01/2013 às 09:40
Show 1
O trânsito na área ficou complicado
Maria Derzi Manaus (AM)

Uma aeronave Sêneca da empresa Tio Táxi Aéreo, que vinha de Tefé para Manaus, caiu em um terreno da Eletrobras Amazonas Energia, situado na rua Sergipe, conjunto Parque das Laranjeiras, Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, na tarde desta quinta-feira (24/01). Quatro pessoas estavam a bordo, sendo dois tripulantes  e dois passageiros. Eles tiveram apenas ferimentos leves.

Estavam na aeronave os passageiros Roberto dos Santos e Ronildo de Souza Batista e o piloto Iran Rolim, o qual estava acompanhado do co-piloto Gui Pacheco, com três e dois anos de experiência, respectivamente, conforme informações do diretor da empresa, Mário Cavalcante.

Todas as vítimas saíram andando do avião, que depois de cair sobre vários carros que estavam estacionados, pegou fogo e explodiu. O incêndio foi contido pelos bombeiros cerca de uma hora após o acidente e os ocupantes da aeronave foram encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto - avenida Mário Ypiranga Monteiro, antiga Recife -, onde receberam atendimento e foram liberados em seguida.

Segundo testemunhas, o piloto do avião, que vinha de Tefé, perdeu o controle da aeronave, que atingiu uma antena antes da queda no terreno da rua Sergipe. Quatro carros que estavam estacionados no local foram atingidos. Os veículos eram utilizados na prestação de serviço da Eletrobras Amazonas Energia. A explosão provocou muita fumaça no local. O trânsito ficou lento, segundo informações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Empresa

A nota enviada pela empresa Tio Táxi Aéreo explica que o acidente aconteceu durante um pouso de emergência e atingiu, acidentalmente, uma área ocupada por veículos estacionados. A aeronave vinha de São Paulo de Olivença, a 982 quilômetros da capital Manaus, e fez um pouso rápido em Tefé para abastecer. Depois seguiu para Manaus. Na tentativa de pouso no Aeroclube (localizado na Avenida Professor Nilton Lins), precisou arremeter.

O motivo será apurado pela empresa junto ao Seripa (Serviço Regional de Prevenção de Acidentes). A nota informa que tanto o piloto quanto o co-piloto estavam habilitados para a atividade. “A direção da empresa informa, ainda, que a manutenção da aeronave estava em dia e que a mesma possui seguro, que cobre, inclusive, danos em solo.”, destaca a nota.