Publicidade
Manaus
Manaus

Agência bancária é interditada em Manaus e gera tumulto de clientes

O fechamento do banco causou alvoroço de clientes que aguardavam atendimento. A lotação, de outra agência do mesmo banco, foi motivo de reclamação nesta sexta-feira (30) 31/03/2012 às 13:01
Show 1
Cliente se deparam com o fechamento da agência pela fiscalização
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

Uma agência da rede bancária Itaú foi lacrada, em Manaus, na tarde dessa quinta-feira (29). O estabelecimento, localizado na Avenida Autaz Mirim (Grande Circular), bairro São José, Zona Leste, foi fechado por volta das 15h, por fiscais do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb). O fechamento do banco causou tumulto de clientes que aguardavam atendimento.

Uma funcionária do banco Itaú, que preferiu não se identificar, contou que uma procuradora do município chegou na agência à  tarde para fazer um saque de valor alto e, por não conseguir realizar o procedimento, se disse insatisfeita com os serviços bancários. A atendente afirmou que a procuradora disse que iria acionar o órgão competente solicitando fiscalização.

Na manhã e tarde desta sexta-feira (30), clientes que foram à agência interditada se depararam com a não possibilidade de serem atendidos na mesma. Com isso, os clientes precisaram procurar os serviços de outra agência do mesmo banco que fica a cerca de 100 metros da que foi fechada.

A concentração de clientes causou desconforto e reclamação das pessoas.


Os clientes reclamaram da espera nas filas por atendimento, que segundo eles leva cerca de uma hora. “Eu cheguei aqui na agência para pagar contas as 13h50, marquei no relógio, já são 14h58, continuo quase no final da fila, comentou a gestora de RH Marta Figueira, 36 anos.

A equipe de reportagem do acritica.com entrou em contato com a assessoria de imprensa do Itaú, em São Paulo (SP), que ficou de enviar nota de posicionamento até as 17h30 (horário de Brasília) desta sexta-feira. Em um segundo contato, a assessoria do Itaú informou que o banco prefere não se pronunciar sobre o ocorrido.

Interdição

Em nota, o Implurb informou que a equipe de fiscalização do órgão recebeu uma denúncia anônima de que um Pessoa com Deficiência (PcD) - cadeirante foi mau tratado, na agência do Banco Itaú, e desconhece a versão contada por funcionário do estabelecimento bancário.

A nota diz ainda que a equipe de fiscalização foi impedida pela gerente do banco de fiscalizar o local, e que a agência descumpre o Decreto n. 0806, 24 de março de 2011, conforme publicado no DOM edição 2652, que prevê a adequação dos balcões de atendimento de lojas, bancos e supermercados de Manaus, aos usuários de cadeira de rodas.