Publicidade
Manaus
ATO IFRACIONAL

Adolescente é indiciado por atropelar agente de trânsito em Manaus; pai perde a CNH

O jovem de 17 anos vai responder por ato infracional análogo à tentativa de homicídio culposo. O agente de trânsito continua internado 20/10/2017 às 07:14 - Atualizado em 20/10/2017 às 09:07
Show zcid082002 p01
Na delegacia, o adolescente confessou o atropelamento e a fuga do local. Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O adolescente de 17 anos que atropelou o agente de trânsito Everaldo Praia Caldas, 51, foi indiciado por ato infracional equivalente a tentativa de homicídio culposo, que é a  quando não a intenção de matar, com base no Código Penal Brasileiro e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A investigação policial aponta que ele pegou sem consentimento o carro do pai, saiu dirigindo na contra mão em alta velocidade e atopelou Everaldo, que até ontem ainda permanecia internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular.

O pai do adolescente, um empresário do ramo da aviação civil, teve o direito de dirigir carros  suspenso e pode ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada, conforme informou o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM). O processo de cassação da habilitação  foi aberto e está em andamento.

O pai do adolescente é dono de infrações de trânsito que somam 258 pontos na CNH. A  maioria dessas multas é por excesso de velocidade, ultrapassagem de sinal vermelho e direção perigosa. A partir de agora, ele só poderá pilotar avião.

O caso do atropelamento começou a ser investigado pelo titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Benelli, que encaminhou as investigações para a Delegacia Especializada de Apurações de Atos Infracionais (Deaai), pelo fato do jovem envolvido ser menor de idade.

Ontem, a delegada da Deaai, Elizabeth Silva de Paula, disse que o adolescente compareceu à delegacia  e  confessou ter atropelado o agente de trânsito. O inquérito foi encaminhado para à Promotoria da Criança e do Adolescente. O promotor Adelton Matos disse que, depois de ter ouvido as partes, encaminhou o caso  à Justiça.

A colisão

O acidente aconteceu no dia 17 de setembro deste ano, nas proximidades de um supermercado na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro. O adolescente dirigia a BMW de cor branca, em alta velocidade, quando invadiu a contramão e atingiu a motocicleta conduzida pelo agente. Depois da batida, o adolescente fugiu do local.

Segue internado

Familiares do agente  informaram, ontem, que ele ainda está na UTI, embora tenha apresentado melhoras. Ele está respirando sem a ajuda de aparelhos e o rim está voltando a funcionar aos pouco.  Depois de ter uma parte do pé direito amputado, ontem ele foi submetido a uma cirurgia no joelho e tem outras programadas.