Publicidade
Manaus
Manaus

Aids: Fundação Tropical alerta jovens sobre prevenção e busca do diagnóstico precoce

A diretora-presidente do hospital, Graça Alecrim, expõe como um dos grandes desafios no combate à doença, despertar o interessa da população, em especial os jovens, para adoção de medidas preventivas e a identificação precoce da doença  28/11/2012 às 17:17
Show 1
Fundação de Medicina Tropical
acritica.com ---

Nesta quarta-feira (28), a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) promoveu culto ecumênico em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro). No evento, a diretora-presidente do hospital, Graça Alecrim, destacou que um dos grandes desafios atuais do sistema de saúde pública é despertar o interesse da população, principalmente dos jovens, para adoção de medidas preventivas e, também, para identificação precoce da doença.

Dados da Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, vinculada à FMT-HVD, mostram que 86% do total de casos de Aids registrados no Amazonas, de 2007 a outubro de 2012, concentram-se na faixa etária de 20 a 49 anos, seguindo a tendência nacional. “Pessoas cada vez mais jovens são infectadas pelo vírus HIV, o que pode ser evitado com orientação e uso do preservativo. É a medida mais simples e ainda é a mais eficaz”, frisou.

Desde o início da semana, a Coordenação Estadual de DST/Aids está intensificando as ações de prevenção e apoio ao diagnóstico, incluindo realização de testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. De acordo com a coordenadora estadual, Silvana Lima, o principal apelo da campanha é o incentivo à busca pelo teste rápido, além da prevenção. “O diagnóstico precoce assegura tratamento adequado e em tempo hábil. Identificar a doença já em fase avançada é um risco para a vida do paciente”, afirma. As ações seguem até 1º de dezembro. Neste período, deverão ser distribuídos mais de 1 milhão de preservativos e realizados mais de 56 mil testes para o diagnóstico das doenças, na capital e no interior.

Integrante do Movimento Mulheres Positivas do Amazonas, Maria Emília Ferreira, 40 anos, faz questão de incentivar os jovens para a prática do sexo seguro, com uso do preservativo. Vivendo com Aids desde 2001, ela diz que é possível ter uma boa qualidade de vida, seguindo todas as recomendações médicas. “Exige muita disciplina e vontade de viver”, disse. Ela é mãe de uma menina de 8 anos, que é saudável.

Segundo Maria Emília, nos primeiros nove anos a doença não se manifestou. “A primeira vez que adoeci gravemente foi em 2009, quando tive que aderir ao tratamento de forma radical”. Além da rotina de tomar medicamentos diariamente para o controle da doença, ela precisou adotar outros cuidados na relação com o novo companheiro. “O meu parceiro não tem HIV, mas divide o tratamento comigo, por medida preventiva, fazendo a profilaxia”, conta. O casal faz acompanhamento médico de rotina na FMT-HVD, que é unidade de referência na rede estadual de saúde, para o tratamento de pacientes soropositivo.  Atualmente, mais de 5 mil portadores do vírus HIV estão em tratamento no Amazonas, considerando os pacientes atendidos na FMT-HVD e nas unidades de dispensação de medicamentos no interior do Estado.

Testes rápidos – Os testes rápidos podem ser encontrados no Ambulatório de Dermatologia da FMT-HVD, das 8h às 17h, onde os interessados também podem encontrar o serviço em qualquer época do ano. Durante a campanha, até 1º de dezembro, a testagem ainda pode ser feita nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) do Governo do Estado, na Fundação Alfredo da Matta e nas maternidades Balbina Mestrinho, Ana Braga, CTA do Instituto da Mulher Dona Lindu e Hospital Platão Araújo.

Nesta quinta-feira (29), de 8h às 17h, o teste rápido poderá ser encontrado, também, em unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, na Compensa; e Theodomiro Garrido, na Colônia Oliveira Machado; na Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi; e Policlínica Dr. Antônio Comte Telles, no São José; de 8h às 21h, também na Unidade de Saúde Ambulatorial Salvio Belota, no bairro de Santa Etelvina. O serviço pode ser encontrado, ainda, no CTA da Maternidade Municipal Moura Tapajoz.


*Com informações da assessoria de comunicação