Publicidade
Manaus
Manaus

Amazonas lidera em pontos remotos no dia 7 de outubro

Este ano, os Estados que contarão com mais pontos de transmissão por meio de satélite serão o Amazonas, com 399 pontos, e o Pará, com 355 06/10/2012 às 16:32
Show 1
Nestas eleições a Justiça Eleitoral contará com 1.346 pontos de transmissão via satélite
ANTÔNIO PAULO ---

As localidades mais distantes e de difícil acesso como aldeias e reservas indígenas, comunidades quilombolas, assentamentos, colônias e vilarejos, serão as que mais vão transmitir os resultados da votação de deste domingo com mais agilidade. Após o término da votação, os votos depositados nas urnas eletrônicas dos mais de 1,3 mil pontos de localização remota espalhados por todo o País, serão transmitidos para a central de dados da Justiça Eleitoral por meio de satélite, em questão de segundos, para totalização.

Este ano, os Estados que contarão com mais pontos de transmissão por meio de satélite serão o Amazonas, com 399 pontos, e o Pará, com 355. Os outros Estados contemplados com a tecnologia serão: Acre (79 pontos de transmissão); Amapá (38 pontos); Bahia (12 pontos); Goiás (19 pontos); Maranhão (97 pontos); Minas Gerais (17 pontos); Mato Grosso do Sul (50 pontos); Mato Grosso (95 pontos); Piauí (58 pontos); Paraná (14 pontos); Rondônia (52 pontos); Roraima (37 pontos); e Tocantins (24 pontos).

Segundo dados da Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nestas eleições, a Justiça Eleitoral contará com 1.346 pontos de transmissão via satélite.

Os equipamentos foram solicitados por 15 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para instalação em locais distantes mais de três horas dos centros urbanos de difícil acesso.