Publicidade
Manaus
Manaus

Amazonas teve 15 mil casos de hepatite viral em 12 anos

A hepatite A geralmente é descoberta na fase aguda, quando o paciente apresenta sintomas como urina escura e olhos amarelados 28/07/2012 às 11:40
Show 1
Todos os anos são realizados campanhas de vacinação contra a doença no AM
Jornal a crítica ---

O Amazonas registrou 15 mil casos de hepatites virais entre os tipos A, B, C, entre 1999 e 2011. Desse total, Manaus, apresentou 10.104 casos confirmados das hepatites, conforme os dados do Ministério da Saúde (MS). Conhecida por ser comum e temida pela população, a hepatite viral é uma doença silenciosa que, se não for descoberta cedo, pode levar o portador à morte. As hepatites virais são formadas pelos tipos A, B, C, D e E.

Os três primeiros são os mais comuns. A hepatite A geralmente é descoberta na fase aguda, quando o paciente apresenta sintomas como urina escura e olhos amarelados.

A infectologista Silvana Lima explica que os tipos B, C são perigosos por serem assintomáticos. “São os tipos sem sintomas, que aparecem anos mais tarde a partir da infecção. Podem se manifestar com complicações graves e não revertidas, como por exemplo, problemas nos rins, inclusive a cirrose”. O tipo mais comum, a cirrose hepática, afeta o fígado e surge devido ao processo crônico e progressivo de inflamações ocasionado pelas hepatites.

Os tipos B, C (vírus) são transmitidos por meio de relações sexuais ou no contato com sangue contaminado. “A pessoa pode adquirir a hepatite por contato, como ferimentos, além da relação sexual desprotegida”, explicou Silvana. A infectologista ressalta que é importante realizar o teste que detecta a doença pelo menos uma vez ao ano. “A pessoa deve procurar uma unidade de saúde nem que seja uma vez ao ano”. No caso do tipo A os cuidados devem ser com os alimentos e água ingeridos. “O recomendado é promover a higiene, para evitar o consumo de alimento e água contaminados”, salienta Lima.