Publicidade
Manaus
VIOLÊNCIA

Amazonense é ameaçada de morte por ex-namorado e o acusa de ser traficante

Universitária Mariana Carolina Castilho de Oliveira, 20, denunciou à polícia ameaças do ex-namorado Artur Almeida Barreira, 28, feitas via celular 10/08/2017 às 22:26 - Atualizado em 11/08/2017 às 08:20
Show carioca
Mariana Castilho diz que não sai de casa por medo do ex (Foto: Divulgação)
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Após terminar o namoro de apenas três meses com o carioca Artur Almeida Barreira, 28, alegando que ele tinhacomportamento agressivo e  envolvimento com o tráfico de drogas, a estudante de nutrição Mariana Carolina Castilho de Oliveira, 20 anos, está sendo ameaçada de morte por ele. Ela denunciou o caso na quarta-feira (9) para a Polícia Civil do Amazonas e não saiu de casa depois que recebeu as ameaças. Numa delas, feita por mensagem de celular, o ex-namorado afirma que vai mandar executá-la com três tiros na cabeça.

Mariana relatou ontem ao MANAUS HOJE que terminou o relacionamento de 90 dias após descobrir que Artur era envolvido com o tráfico de drogas na Zona Sul do Rio de Janeiro. Além disso, ela resolveu romper o laço afetivo por conta das constantes brigas e agressões, tanto físicas quanto psicológicas, que afirma ter sofrido durante os três meses de relacionamento.

Segundo ela, as ameaças vêm sendo feitas por meio do aplicativo Whatsaap e também por ligações. À reportagem, ela afirmou que Artur tem jeito de psicopata.

CARNAVAL

 Os dois começaram a relação em uma festa de Carnaval no Rio de Janeiro. De acordo com a estudante, no início ocorreu tudo bem, mas, durante uma festa, ela presenciou Artur vendendo drogas e desde esse dia ela o questionou sobre o que fazia. “Em uma festa, eu vi uma vez ele mexendo com ‘envelopinhos’ (drogas), e perguntei, o que é isso? E ele desconversava, fiquei meio assim”, contou Mariana, ao revelar que no início do namoro, Artur havia dito que trabalhava com produções de eventos.

“Eu fui notando um comportamento agressivo e quando a gente brigava era muito pesado, era de quebrar tudo dentro do quarto. Então eu queria me afastar e quando resolvi, ele começou a me ameaçar e também minha família”, revelou.

Em uma das mensagens enviadas por ele a qual o MANAUS HOJE teve acesso, ele diz que se Mariana morrer é porque foi ele quem mandou matar. O ex-namorado também enviou áudios pra a estudante, sendo que em um deles até jura por Deus que vai mandar executá-la com três tiros na cabeça e reafirma que é ele quem distribui drogas na zona Sul do Rio de Janeiro.

“Acho que ele é capaz de fazer isso (matar). Eu já registrei um boletim de ocorrência, mas na delegacia queriam que eu desse o endereço completo dele, sendo que não tenho. Eu procurei a polícia, mas não fizeram muita questão do BO. A mulher que me atendeu disse que tenho de pegar o endereço pra ela poder colocar no sistema”. Atualmente, a jovem não sai de casa há pelo menos cinco dias e afirma que sua rotina mudou completamente.

A família dela está com medo

 A mãe da estudante, que teve o nome preservado, também foi ameaçada de morte. “O que posso fazer é colocar câmeras em casa, pedir pra seguranças fazerem mais circulação nas ruas do conjunto e evitar sair nas ruas”, disse.

Polícia pode agir no Rio

O delegado geral adjunto, Ivo Martins, informou que não estava ciente do caso, mas explicou que a Polícia Civil não está impedida de realizar possíveis prisões em outros estados, como no RJ.

“Eu não tenho conhecimento do caso, difícil fazer juízo de uma situação, sem a conhecê-la, mas não há problema, nem impedimento para que possamos realizar eventual prisão lá no Rio de Janeiro. Ele precisaria é ser encontrado”, explicou.

A delegada Poliana Menezes, da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher, estava em investigações ontem e só estaria na unidade hoje pela manhã, segundo a assessoria.

Frases

“Tivemos um relacionamento, mas comecei a perceber que ele mexia com coisa errada, e em uma festa eu o vi uma vez mexendo com envelopinhos”

Mariana, estudante

 

“Você está lidando com um criminoso, você conheceu o meu lado bom, não conheceu meu lado sanguinário. Sou assim, quando alguém age na maldade comigo, eu executo, sem pena”

Artur, ex-namorado

 

“Ele é psicopata, ele mostra ser uma pessoa boa, mas é totalmente louco. Por isso queria me afastar”

Mariana, estudante

 

“Antes de você morrer, você vai sofrer uma tortura monstruosa, não vou ter pena, eu vou matar você”

Artur, ex-namorado