Publicidade
Manaus
Manaus

Amazonense pagou 0,32% a mais pela Cesta Básica em junho

Os dados revelados pela pesquisa mensal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), demonstram que apenas cinco dos 12 produtos que integram a cesta básica apresentaram redução em seus valores 05/07/2012 às 10:54
Show 1
O mês das guloseimas juninas teve retração no preço do açúcar, mas, o valor da cesta básica continua em alta em Manaus.
JOELMA MUNIZ Manaus

Mês tradicionalmente 'regado' por doces, junho teve retração no valor do açúcar, que ficou 4,35%, mais barato que no mês anterior. Os dados pesquisados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), porém, mostram que a queda foi sentida em apenas cinco itens da cesta básica, que continua em alta (0,32%) em Manaus, passando de R$ 272,86 em maio para R$ 273,73 em junho de 2012.

Os itens que acompanharam a baixa do açúcar foram arroz (-2,05%), banana (-1,83%), da carne (-1%) do café (-0,98%) e do leite (-0,38%).

Já os vilões são velhos conhecidos das donas de casa, tendo o óleo como novidade, o produto encabeçou a lista dos mais caros no mês de junho, ficando (5,56%) mais caro. Seguindo a tendência ficaram a manteiga (3,44%), feijão (3,22%), tomate (1,45%), farinha (1,08%) e pão (0,52%).

Das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese Manaus foi onde o óleo mais apresentou aumento no preço, de acordo com a pesquisa do Departamento o aumento do dólar, foi o fator que alavancou as exportações e diminuiu a oferta do produto.

Com o aumento do valor da cesta a capital amazonense ocupa o 4° lugar no ranking de cidades com a alimentação básica mais cara do país, ficando atrás apenas dos Estados de Rio de Janeiro (3,79%), Porto Alegre (2,87%) e Curitiba (2,62%).