Publicidade
Manaus
Manaus

Apesar de dores e dificuldade para respirar, estado de saúde de Sérgio Reis é estável, diz novo boletim

Sérgio Reis se encontra no apartamento e se mantém consciente, bem orientado, respirando bem, apesar da dor. 06/03/2012 às 19:13
Show 1
O cantor Sérgio Reis no Rio de Janeiro (06/07/2006)
UOL/MÚSICA ---

Internado desde o último domingo no hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, o cantor e compositor Sérgio Reis se manteve estável e sem novos problemas, de acordo com boletim médico divulgado nesta terça-feira (6).

 O médico Anselmo Dornas Moura, coordenador da equipe do CTI que assina o boletim, afirma que o cantor "apresenta ainda dificuldade para manuseio da dor, exigindo intervenções e analgesia venosa. O paciente evolui com algum grau de distensão abdominal, o que também traz algum grau de dificuldade para a respiração".

 Ainda segundo o comunicado do hospital, não existem no momento outras lesões ou complicações das anteriormente identificadas. Sérgio Reis se encontra no apartamento e se mantém consciente, bem orientado, respirando bem, apesar da dor.

 Cantor nega síncope

Em entrevista ao "Hoje em Dia", na Record, o cantor Sérgio Reis disse que não teve uma perda súbita de consciência, como apontaram os médicos do Hospital Mater Dei. "Não tive síncope. Apenas errei o passo", disse ele por telefone ao programa.

Paulo Bavini, filho e produtor de Sérgio, afirmou ao UOL que os médicos não teriam como afirmar que o cantor teve uma síncope, pois não estavam no local e só teriam tido contato com ele "mais de 5 horas após o ocorrido". Segundo Bavini, o pai caiu porque, "no escuro e por causa dos refletores em seus olhos, não viu onde acabava o palco".

Sérgio Reis começou a carreira artística na década de 1960, na Jovem Guarda. Em 1972 gravou seu primeiro álbum de música sertaneja, e desde então ficou conhecido por interpretar os sucessos "Menino da Porteira", "Panela Velha" e "Pinga Ni Mim". Ele também seguiu carreira como ator, tendo trabalhado nas novelas "Pantanal" (1990) e "O Rei do Gado" (1996), entre outras, além de protagonizar o filme "O Menino da Porteira", de 1976.