Publicidade
Manaus
Manaus

Após 39 dias sem direção, novo secretário assume Seduc

Anunciado para o cargo na última sexta-feira (31), o antigo secretário-adjunto da pasta, disse ao Portal acritica.com que estes será uma das grandes responsabilidades da sua vida. 03/09/2012 às 22:54
Show 1
Rossieli Soares assume Seduc
acritica.com Manaus

O novo secretário da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Rossieli Soares da Silva, tomou posse da pasta na noite desta segunda-feira (3), no Clube do Trabalhador/SESI (bairro Coroado, Zona Leste de Manaus), assumindo o compromisso de dar continuidade ao trabalho que era feito pelo antigo secretário, Gedeão Timóteo Amorim.

Na Secretaria de Educação, assumiu o comando do Departamento de Planejamento. Depois, a Secretaria-adjunta de Gestão.

A direção da Seduc, que tem o segundo maior orçamento do Estado, R$ 1,3 bilhão, estava vaga há 37 dias. No dia 25 de julho, Gedeão Amorim deixou o cargo sob suspeita de utilizar a Seduc como reduto eleitoral para alavancar candidaturas.

Anunciado para o cargo na última sexta-feira (31), o antigo secretário-adjunto da pasta, disse ao Portal acritica.com que estes será uma das grandes responsabilidades da sua vida. “Este será um grande trabalho, mas pretendo continuar o trabalho que vem sido perseguido por toda a equipe do Governo, trazendo qualidade de ensino, melhoria na infraestrutura, para que o aluno aprenda efetivamente”, ressaltou.

O agora secretário reconhece que encontrará muitos desafios. “Acho que uma das grandes provas será tornar o cargo de professor mais atrativo, aumentar os acessos à educação e expandir a rede integral de ensino”, resumiu.

Ele afirmou, que nos próximos dias deverá por em prática um plano de ação para, principalmente, avaliar as escolas. “Há projetos que precisam ser mantidos, novos implantados e outros que precisam ser avaliados rigorosamente”, disse.

Durante cerimônia, Rossieli pediu a todos os presentes que o ajudassem em sua gestão. “Alcançamos muito, mas estamos longe do que podemos ser, precisamos destacar a educação como um todo. O secretario é apenas um instrumento por onde os compromissos são cumpridos. Sei que não será suficiente, tudo que aprendi como técnico, mas conto com o apoio de todos para os próximos passos e que nos mantenhamos unidos”, lembrou.

O governador do Estado, em seu discurso, explicou a demora na escolha. “Ninguém é nomeado como era antes. As pessoas sorriem, sofrem e chegam. Sempre prestei atenção no trabalho do Rossieli”, declarou ele agradecendo o antigo secretário da pasta, Gedeão Amorim “Ele cumpriu uma etapa muito importante neste processo”.

Aziz aproveitou o momento em que servidores da Seduc estavam presentes para falar de novos projetos. Alguns bem peculiares, como a entrega de Ipad para alunos de escolas estaduais. “Ano que vem iremos dar um Ipad para alunos do terceiro ano. Deve ter por ai, 50 mil alunos. Com isso, pretendemos fazer com que alunos tenham acesso a tecnologia e para que passem no vestibular”, disse. Os eletrônicos, deverão ser, segundo ele, produzidos na Zona Franca e com internet 3G.

O governador aconselhou o novo secretário. “A educação básica é de grande importante, é preciso melhorar a qualidade, para que quando o aluno chegue à escola estadual, não tenha grandes dificuldades. O Estado por muitas vezes tem que fazer o papel de Governo e Prefeitura. É preciso igualar para que estejamos acima da média”, alfinetou.