Publicidade
Manaus
Manaus

Após 'Carona no Bairro', novas imagens mostram mulheres nuas e seminuas com braçais da PM

A divulgação das fotografias mostram mulheres nuas e seminuas com braçais da PM está causando diversas discussões entre as pessoas que tiveram acesso ao conteúdo 12/09/2013 às 20:17
Show 1
A jovem aparece com o braçal da 24º Cicom seminua em uma cama
Bruna Souza Manaus, AM

Depois do episódio ‘Carona no Bairro’ agora o ‘Concurso das gatas da PM’, como está sendo chamado na rede, é a nova polêmica envolvendo o nome da Polícia Militar do Amazonas (PM) em fotografias que denigrem a imagem da corporação. Três fotos de mulheres nuas ou trajando peças íntimas com braçais usados por policiais militares da 20ª, 23ª e 24ª Companhias Interativaa Comunitárias (Cicom’s) estão circulando em grupos do Whatsapp em Manaus. Este é o segundo caso envolvendo a corporação que atua na área de segurança do Amazonas em menos de um mês. A polícia investiga o caso como uma possível 'armação' contra a instituição.

Em uma das imagens, uma mulher, provavelmente menor de idade, está trajando apenas uma calcinha e um sutiã, com um braçal da 24ª Cicom na cintura. Outra foto mostra uma mulher deitada de bruços, sem roupa íntima, com o objeto da 20ª Cicom em cima das nádegas. Por último, outra mulher, dessa vez vestida, aparece mostrando o braçal da 23ª Cicom.

As imagens divulgadas estão causando diversas discussões entre os policiais e outras pessoas que tiveram acesso ao conteúdo. A ação fere o estatuto de normas, regras e condutas que devem ser adotadas pelos militares da corporação. Há também uma quarta imagem circulando no aplicativo, nela é possível ver um homem fazendo sexo oral em um militar da corporação fardado. Na fotografia é possível ver o rosto e a identificação do tenente que pertenceria a 8ª Cicom.

A equipe de reportagem do ACRITICA.COM entrou em contato com o comandante da Polícia Militar, coronel Almir David, que informou já estar ciente sobre a existência das imagens e que um procedimento foi aberto para verificar de onde surgiram e quem são os responsáveis pelas fotografias.

“Não compactuamos com esse tipo de situação, pois prezamos pela ética e a moralidade. Vamos ouvir todos os policiais militares das Cicom’s para identificar quem são os responsáveis. Estão querendo comprometer a imagem da instituição e todos serão responsabilizados”, declarou.

Ainda segundo o coronel, a equipe de inteligência foi acionada e também a Polícia Federal para dar apoio na ação que visa verificar de onde surgiu o envio das imagens e posteriormente, a identificação dos responsáveis. “Já temos tantos problemas na cidade para verificar e agora estão tentando desmoralizar a instituição. Vamos investigar e principalmente trabalhar para inibir essas brincadeiras maliciosas que visam apenas comprometer as ações da PM”, finalizou.

'Carona no Bairro'

No final de agosto, outra imagem circulou nas redes sociais. Ela mostrava quatro mulheres dentro de uma viatura policial, modelo Pajero Dacar de placa OAI-4187, de número de ordem 5003,  fazendo poses e com sorrisos. Após investigação, três soldados da 10º Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram apontados como os responsáveis pela viatura e por permitirem a entrada das garotas no veículo.

Os soldados Ivan Coutinho Vieira, Eliezer Braga Coelho e Fagner Félix Saraiva tinham menos de dois anos na corporação e confessaram que deixaram as mulheres entrarem no veículo durante uma festa de aniversário de um deles. Todos foram presos e respondem a inquérito administrativo na Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP).