Publicidade
Manaus
Manaus

Após empossados, vereadores terão até 48h para votar nova mesa diretora da CMM

A posse de Artur pode ser o último ato formal do atual presidente Isaac Tayah (PSD), cujo mandato termina no dia 31 de dezembro 30/11/2012 às 09:26
Show 1
O presidente da Câmara Municipal de Manaus, Isaac Tayah, um dos presidenciáveis, poderá comandar cerimônia
rosiene carvalho ---

A indefinição sobre quem será o novo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) repercutiu na cerimônia de posse do prefeito eleito, Artur Neto (PSDB) no dia 1º de janeiro. Como os vereadores eleitos tomam posse no mesmo dia e têm até 48 horas após o ato para escolher o presidente da Casa, a posse de Artur pode ser o último ato formal do atual presidente Isaac Tayah (PSD), cujo mandato termina no dia 31 de dezembro. A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (29), pelo procurador da CMM, Antônio Barros de Carvalho, e pela chefa do cerimonial da Câmara, Seonise Tomaz. (Os convites para a posse começarão a ser distribuídos na segunda-feira).

A posse que será no Teatro Amazonas contará com uma estrutura com telões ao redor do local para que a população possa acompanhar o ato. A CRÍTICA apurou que é estudada ainda a possibilidade de que um show artístico seja oferecido à população na área externa do teatro após a posse.

Barros de Carvalho informou que a Lei Orgânica do Município (Loman) garante a Isaac Tayah dar posse ao prefeito eleito mesmo após o final do mandato dele, no caso de um novo presidente não ser escolhido no dia 1º de janeiro. O artigo 35 da Loman determina: “Até 48 horas após a instalação da nova  legislatura e posse dos vereadores, os  integrantes da Câmara  Municipal  se  reunirão sob a presidência do  presidente  da legislatura  anterior,  se reeleito”.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).