Publicidade
Manaus
Polícia, estupro, Pedofilia, sequestro, cárcere privado, DEPCA

Após sequestrar e estuprar criança, lanterneiro é preso na Zona Sul de Manaus

Vítima foi sequestrada no município do Careiro Castanho, em setembro do ano passado, conseguindo fugir do cativeiro, em dezembro. Suspeito também abusava da enteada  08/03/2012 às 12:27
Show 1
Lanterneiro, de camisa preta, no momento em que chegava à sede da DEPCA
Síntia Maciel e Thiago Monteiro Manaus

Um lanterneiro de 48 anos de idade foi preso na manhã desta quarta-feira (8), no bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, por uma equipe de policiais da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEAPCA), em cumprimento a um mandado judicial, pela prática de estupro de vulnerável.

De acordo com a delegada titular da DEPCA, Linda Gláucia de Moraes, há dois meses o lanterneiro vinha sendo investigado pelos estupros da enteada de 8 anos de idade, e também de uma menina de 10 de idade, sobrinha de sua companheira.

A criança de 10 anos, segundo Linda Gláucia, foi seqüestrada em setembro do ano passado, no município de Careiro Castanho – localizado a 102 quilômetros de Manaus -, no momento em que se dirigia para uma padaria, e trazida para a casa do suspeito, em Manaus, no bairro Mauazinho, Zona Leste da cidade.

O sequestro foi denunciado pelas duas avós da criança que moram em Manaus e no Careiro.

Segundo a delegada, em dezembro a menina conseguiu fugir da casa do lanterneiro – que já havia se mudado do Mauazinho, para o bairro São Lázaro. Na ocasião, a criança prestou depoimentos na DEPCA, onde confirmou o seqüestro e os estupros a que era submetida.

A menina, conforme Linda Gláucia, também afirmou ter flagrado por diversas vezes, o lanterneiro mantendo relações sexuais com a enteada de 8 anos e que a mãe da criança sabia do fato, mas nada fazia.

O lanterneiro – que já responde na Justiça um processo de estupro -, conforme a delegada, seria indiciado pelos crimes de seqüestro qualificado, estupro de vulnerável e cárcere privado. A companheira do lanterneiro, uma dona de casa de 28 anos de idade, também foi preso, e seria indiciada pelos crimes de sequestro qualificado, cárcere privado e omissão de socorro.

Ambos seriam conduzidos nesta quarta-feira à tarde, para a cadeia