Publicidade
Manaus
Manaus

Após ser atingido por ventania, barco com turistas estrangeiros vira no rio Negro

Barco transportava 45 pessoas, a maioria turistas estrangeiros, e virou no rio Negro, depois de sair do hotel de selva Ariaú Amazon Towers. A Marinha anunciou que vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente 08/09/2012 às 11:21
Show 1
Barcos de passeio, Corpo de Bombeiros e Marinha auxiliaram no resgate das vítimas
Ana Carolina Barbosa e André Alves Manaus

Treze pessoas ficaram feridas após um acidente envolvendo o barco Ariaú Açu, que transportava 45 pessoas, a maioria turistas estrangeiros, e virou no rio Negro, por volta das 15h desta sexta-feira (07), pouco depois de deixar o hotel de selva Ariaú Amazon Towers com destino ao píer do Tropical Hotel, localizado na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Conforme relatos de passageiros, o acidente foi ocasionado por uma forte chuva e ventania, que desestabilizaram a embarcação.


Resgatadas por embarcações da Marinha, barcos de passeio e Corpo de Bombeiros, as vítimas foram levadas até uma área conhecida como Marina do Davi e o píer do Tropical Hotel e removidas por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para unidades de saúde distribuídas por várias zonas da capital Amazonense. Não houve registro de mortes.

Segundo o médico do Samu responsável pelo resgate, Messias Frós, algumas pessoas foram removidas para os pronto-socorros 28 de Agosto (avenida Mário Ypiranga Monteiro, Antiga Recife, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul) e Dr. João Lúcio (Zona Leste) e outras, cujo estado de saúde foi considerado de menor gravidade, para os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs).


Alguns apresentaram fraturas nas pernas e braços e, de acordo com o médico, uma passageira, de aproximadamente 25 anos, e cuja identidade não foi revelada, apresentou um quadro de traumatismo craniano leve, mas estava consciente e foi hospitalizada no João Lúcio. A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) confirmou, às 20h17, que entre as sete vítimas levadas ao Pronto-Socorro 28 de Agosto, estavam duas crianças com seis e quatro anos, respectivamente. Todas as vítimas encaminhadas a hospitais receberam alta na noite de hoje e passam bem, segundo informações de assessorias e funcionários.

Foram utilizadas na remoção e resgate das vítimas 12 ambulâncias do Samu, duas motolâncias e duas unidades fluviais (ambulanchas), além de embarcações da Marinha do Brasil e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM). Também contribuíram para os resgates embarcações que estavam próximas ao local do acidente.

Passageiros

Em entrevista ao acritica.com, os turistas americanos Thomaz e Mike Constable, pai e filho, respectivamente, confirmaram que a embarcação foi atingida por uma ventania e tombou.

De acordo com eles, no momento do acidente, pessoas se atiraram na água com medo do barco naufragar. Eles explicaram que a maioria das crianças não teve ferimentos graves, mas muitas mulheres apresentaram fraturas nas pernas e nos braços. Thomaz e Mike Constable afirmaram que conseguiram sobreviver porque usavam coletes.


Segundo os turistas, uma das vítimas conseguiu pedir socorro por telefone celular. Em cerca de 30 minutos após o ocorrido, embarcações que trafegavam pelas redondezas, entre elas, uma da Marinha, auxiliou no resgate.

Bombeiros

Informações dadas pelo Corpo de Bombeiros dão conta de que, após virar, a embarcação emborcou, ficando de cabeça para baixo. Contudo, não chegou a ficar completamente submersoa

Até às 20h desta sexta-feira, a embarcação não havia sido rebocada para a margem. Não houve confirmação de vítimas fatais nem desaparecidos. Contudo, uma equipe de mergulhadores dos bombeiros, que estava preparada para desfilar no evento alusivo ao Dia da Independência, nas proximidades do Sambódromo (Dom Pedro, Zona Centro-Oeste), foi encaminhada ao local e faz um trabalho de varredura, interrompido durante a noite e retomado na manhã deste sábado, por conta da visibilidade.

A equipe de acritica.com tentou localizar o proprietário do Ariaú Amazon Towers , mas não obteve sucesso. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Marinha informou que vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente.

Números oficiais

Neste sábado, o 9º Distrito Naval também informou oficialmente o número de passageiros: 33 turistas, cinco tripulantes e dois funcionários da empresa estavam no barco.