Publicidade
Manaus
Manaus

Artur inicia plano de recuperação de praças e parques públicos

Um levantamento econômico de quanto custa mensalmente cada praça e parque público municipal está sendo elaborado para servir de base para negociação com a iniciativa privada. 03/01/2013 às 20:23
Show 1
Iniciou nesta quinta (03) os trabalhos de recuperação das praças e parques públicos municipais
acritica.com Manaus (AM)

Logo após o encerramento da primeira reunião oficial com o novo secretariado, que ocorreu no Palácio Rio Branco, nesta quinta-feira (03), o prefeito Arthur Virgílio Neto dirigiu-se ao Parque dos Bilhares, localizado entre as avenidas Djalma Batista e Constantino Nery, Zona Centro-Sul, para acompanhar o trabalho de capinação e poda das árvores, realizado pelas secretarias de Limpeza Pública (Semulsp) e Meio Ambiente (Semmas). As medidas marcam o início dos trabalhos de recuperação das praças e parques públicos municipais.

“Lamentavelmente, a manutenção desses espaços se torna mais onerosa para Prefeitura que a construção de uma nova praça, por isso, está começando o trabalho de recuperação das praças e parques para posteriormente fecharmos convênios com patrocinadores que, ao lado da ação integrada das secretarias responsáveis, irá administrar as áreas de lazer”, explicou Arthur.

Ainda segundo o prefeito, pequenas reparações na rede elétrica, banheiros e demais áreas de uso constante precisam ser realizadas. Um levantamento econômico de quanto custa mensalmente cada praça e parque público municipal está sendo elaborado para servir de base para negociação com a iniciativa privada.

De acordo com a secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Kátia Schweickardt, um selo verde deverá ser criado para que as empresas interessadas em patrocinar cada espaço de lazer possam agregar a sua marca o conceito de amigos do meio ambiente. “Como contrapartida, todo empresário que fechar parceira com a Prefeitura de Manaus poderá usar em todo espaço custeado estratégias publicitárias para divulgar sua marca”, esclarece.

A secretária diz ainda que uma campanha de conscientização está sendo elaborada para o plano de 100 dias de governo, no qual a população será convidada a participar da arborização de Manaus. A ideia é que cada pessoa ou empresa plante árvores e flores em suas fachadas e quintas para contribuir na criação de uma cidade mais verde.

Além disso, outro estudo paralelo irá tratar da arborização das calçadas e meios-fios, selecionando espécies de fácil adaptação e que não prejudiquem as construções para serem incorporadas a paisagem de toda cidade. “Manaus tem um potencial enorme para se tornar exemplo de sustentabilidade, trazendo ainda benefícios reais para toda população, porque mais árvores irão produzir mais sombras para que as pessoas se abriguem do sol, contribuindo também para a diminuição do aquecimento urbano”, finaliza Kátia Schweickardt.

*Com informações de assessoria