Publicidade
Manaus
Manaus

Atingido por tiros com o filho no colo, ajudante de pedreiro morre após um mês internado

Antonio Freitas Guilherme estava chegando em casa com o filho de nove meses qiando foi atingido duas vezes. Ele sofreu uma parada cardíaca e veio a óbito às 1h50 desta segunda-feira (12) 12/10/2015 às 13:16
Show 1
A vítima ainda ficou um mês internado no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu
Luana Carvalho Manaus (AM)

Após um mês internado no Hospital Pronto Socorro 28 de Agosto, o ajudante de pedreiro Antonio Freitas Guilherme, de 43 anos, alvejado com dois tiros no abdômen na rua Ambrósio Aires, bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, faleceu na madrugada desta segunda-feira (12).   

De acordo com o cunhado dele, que preferiu não ter o nome divulgado por medo de represálias, o crime aconteceu no dia 11 de setembro. "Ele estava chegando do trabalho e estava com o filho de nove meses no colo quando foi atingido", disse.

Ainda segundo o cunhado, o suspeito continua foragido. Ele não quis comentar a motivação do homicídio. "Ele não tinha envolvimento com drogas. Nós até temos o suspeito, falamos pra polícia. Mas até agora ele não foi preso". 

Antonio sofreu uma parada cardíaca em função de insuficiência renal e veio a óbito às 1h50 desta segunda-feira.

Passagem pela polícia

No site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), consta que a vítima já respondeu processo por roubo. Em março de 2000 ele foi acusado de ter roubado um cordão de ouro e um celular, ameaçando as vítimas com um facão, na mesma rua onde foi alvejado quinze anos depois. 

Antes deste crime, ele já respondia a vários processos criminais e já havia sido condenado a oito anos e dez meses de reclusão, segundo a 10º Vara Criminal da Capital.