Publicidade
Manaus
Manaus

'Auxílio-paletó' é extinto pela Câmara Municipal de Manaus

A verba garantia R$ 15 mil por ano para cada um dos 41 vereadores para a compra de paletó. Em seus discursos, os parlamentares afirmaram que a decisão é um passo importante para o avanço da Casa 20/02/2013 às 17:05
Show 1
Plenário da CMM
acritica.com Manaus

Servindo como 14º salário, o ‘auxílio paletó’ não será mais privilégio dos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Na manhã desta terça-feira (19) os parlamentares decidiram por unanimidade pela extinção da regalia.

A verba garantia R$ 15 mil por ano para cada um dos 41 vereadores para a compra de paletó. Em seus discursos, os parlamentares afirmaram que a decisão é um passo importante para o avanço da Casa.

Proposta

O vereador Mário Frota (PSDB) foi quem apresentou a proposta no dia 2 de abril de 2012. A ajuda de custo, no valor de R$ 15 mil, é paga todo início de ano para cada um dos 38 vereadores.

O projeto de lei, entregue à Diretoria Legislativa,  sendo encaminhado à Mesa Diretora da CMM seguindo para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Acho que é questão de bom senso. O Congresso já começou com a luta para acabar com o 14º e 15º salários. Não tem razão de se manter esse privilégio. É imoral”, disse Frota.

Polêmica

O pedido de vistas feito pelos vereadores Wilker Barreto (PHS) e Dr. Gomes no dia 4 de dezembro de 2012, foi um dos ingredientes para o atraso na apreciação da proposta. Barreto e Gomes alegaram que precisam analisar o PL com mais calma e que estudavam sugerir emenda, "solicitando que os vereadores devolvam os valores que receberam durante os quatro anos de mandato".

Desentendimentos

Quem também foi acusado de ‘atrasar’ a votação do Projeto, foi o então presidente da CMM, vereador Isaac Tayah (PSD). Mário Frota acusou Isaac Tayah de agir como ditador, por dizer que ia barrar a tramitação do PL.

Frota então contra-atacou alegando que Tayah deve a ele a presidência da Casa. “Você está sentado aí porque eu abri mão de ser presidente”, disparou Frota.