Publicidade
Manaus
Manaus

Banco avalia investir 198 milhões na urbanização de igarapés de Manaus

Comitiva de banco de latino avalia investir cerca de R$ 198 milhões na urbanização de quatro igarapés de Manaus para beneficiar mais de duas mil famílias a serem reassentadas. Obras devem iniciar ano que vem 21/08/2012 às 18:22
Show 1
Moradora Izanilde descasca tucumã e descarta os caroços no leito do igarapé do Bindá, um dos quatro a serem saneados
acritica.com ---

Os igarapés do Sesc, no bairro do Alvorada, do Bindá no bairro da União, São Sebastião, no bairro do mesmo nome e o da Sharp, no bairro do Armando Mendes, passam por avaliações para um projeto de urbanização com financiamento Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Os investimentos previstos para essa área são de aproximadamente R$ 198 milhões. Cerca de 2.220 famílias devem ser retiradas destas localidades, segundo o vice-governador José Melo (PMDB).

A comitiva do banco visitou nesta terça-feira (21), os igarapés do Sesc, no bairro do Alvorada (Zona Oeste) e Igarapé do Bindá, no bairro da União (Zona Norte). Nesta quarta-feira (22) os técnicos visitam  os igarapés São Sebastião (Zona Sul) e o igarapé da Sharp, bairro Armando Mendes (Zona Leste).     

O grupo de técnicos do banco de investimento é formado por ambientalistas, consultores e executivos que deverão ficar em Manaus até esta quarta-feira, sendo acompanhado nas visitas pela secretária de Estado e Infra-Estrutura, Waldívia Alencar.

A secretária explica que neste primeiro momento interessa mostrar aos técnicos o estado do igarapé e mostrar a todos a intervenção técnica de engenharia que o Governo do Estado pretende fazer nestes locais: “Queremos implantar e mostrar a necessidade da retirada dessas famílias levando para as condições de salubridade e moradias dignas que serão feitas através de construção dos projetos de habitação desapropriar algumas moradias fazer como nós fazemos já nos outros Prosamim”, disse.

 Projetos

A secretária de infraestrutura disse que o igarapé do Sesc terá cerca de 270 metros quadrados e passará por saneamento, área de lazer e casas populares. Segundo ela, no igarapé do Bindá serão retiradas 200 famílias, atualmente instaladas em áreas de encostas. O local terá duas vias e áreas de lazer, antecipou a secretaria Waldívia Alencar.

Mesa Redonda

A visita da comitiva encerrou na sede do Governo. O vice-governador e a secretária de infraestrutura participaram de uma mesa redonda com a comitiva, apresentando as propostas do Governo e os projetos de habitação já consolidados como o Programa de Saneamento dos Igarapés de Manaus (Prosamim)

O vice-governador José Melo previu o início das obras para o próximo ano. “Se Deus quiser no próximo ano nós já estaremos fazendo intervenções no igarapé da Sharp, igarapé São Sebastião, do Bindá são igarapés importantes que fazem parte de bacias que já foram trabalhadas”, afirmou.