Publicidade
Manaus
Manaus

Blitz apreende mais de uma tonelada de produtos impróprios em supermercado de Manaus

Do total de produtos apreendidos, mais de 800 quilos eram perecíveis carne, frango, coração de boi, hambúrguer, salsicha, lingüiça calabresa,pizza, empanado de frango e queijo. Estabelecimento ainda foi multado pelo Procon-AM em R$ 70 mil 30/03/2012 às 14:22
Show 1
Do total de produtos apreendidos, mais de 800 quilos eram perecíveis carne, frango, coração de boi, hambúrguer, salsicha, lingüiça calabresa,pizza, empanado de frango e queijo
acritica.com Manaus (AM)

Mais de uma tonelada de produtos impróprios para consumo foi apreendida na manhã desta sexta-feira (30) no supermercado DB da Praça 14, Zona Sul de Manaus. A apreensão é resultado da blitz realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam), em parceria com a Delegacia do Consumidor (Decon), o Departamento Municipal de Vigilância (DVisa) e o Procon/AM, que autuou o estabelecimento e ainda aplicou uma multa de R$ 70 mil. Os órgãos ainda contabilizam a quantidade exata apreendida.

Do total de produtos apreendidos, mais de 800 quilos eram perecíveis carne, frango, coração de boi, hambúrguer, salsicha, lingüiça calabresa, pizza, empanado de frango e queijo que, segundo a DVisa, estavam completamente fora dos padrões para consumo humano. Conforme nota do órgão, o material estava mal acondicionado (sem congelamento ideal) e alguns, inclusive, encontravam-se estragados, com fungos visíveis a olho nu.

No caso do frango, da carne, dos empanados e das linguiças, todo o estoque exposto no freezer do estabelecimento foi apreendido por estar fora das especificações recomendadas pelo distribuidor: acondicionadas em temperatura abaixo de 12º. “O estabelecimento tem de atender as exigências do produtor para garantir a saúde dos respectivos alimentos”, disse em nota a DVisa.

O departamento municipal lavrou um auto de infração ao estabelecimento, que ainda pode ser penalizada com uma multa, após análise do relatório de fiscalização.

Durante a ação, foi constatado ainda que o freezer onde os produtos estavam expostos, além de não funcionar de forma adequada, encontrava-se completamente sujo, com restos de sangue e insetos, exalando um forte odor no local.

A sequência de irregularidades foi confirmada pelos fiscais do Procon/AM que retiraram das prateleiras centenas de itens não perecíveis (enlatados e engarrafados) fora da validade, sem informaçãonutricional e embalagens adulteradas e enferrujadas.

Todo o material apreendido foi inutilizado no próprio estabelecimentoe será encaminhado ainda hoje para a lixeira municipal de Manaus. A direção do supermercado DB atendeu aos fiscais, mas preferiu não dar entrevista.

“O resultado da blitz é uma satisfação para a sociedade. Com a apreensão desses produtos, o DB foi autuado e multado pelo Procon/AM em R$ 70 mil”, afirmou o chefe da fiscalização do Procon/AM, Antônio Gesta.

Na avaliação do presidente da CDC/Aleam, deputado estadual Marcos Rotta (PMDB), pelo porte do estabelecimento, o alto número de produtos apreendidos não é admitido. “Essas fiscalizações têm como objetivo, além de defender o consumidor, alertar também o empresário para que ele se enquadre nas normas da lei e ofereça o que há de melhor aos seus clientes. No caso deste estabelecimento, vimos que a situação é grave, um caso de saúde pública”, destacou Rotta, ao ressaltar que já é hora dos comerciantes se conscientizarem sobre suas responsabilidades como fornecedores.

Supermercado

O DB informou por meio de sua assessoria que houve um problema técnico no balcão frigorífico em que os produtos estavam armazenados e, por isso, os produtos não congelaram como deveriam.  O estabelecimento informou, ainda, que lamenta o ocorrido e já providenciou a manutenção do equipamento.