Publicidade
Manaus
Manaus

Briga de casal pode ter sido a causa do incêndio na Zona Centro-Sul de Manaus

A informação foi dada pelo enfermeiro Francisco Emerson, do Samu, ao ouvir durante seu trabalho de socorro às vítimas, moradores denunciando uma vizinha que havia discutido com o marido, minutos antes da ocorrência do sinistro 18/04/2012 às 15:58
Show 1
Moradores da área atingida pelo sinistro acusaram briga de casal, como causa do incêndio
Síntia Maciel e Eloísa Vasconcelos Manaus

Embora tenha havido três versões para as causas do incêndio que destruiu dezenas de casas no bairro Presidente Vargas (Matinha),  localizado na  Zona Centro-Sul de Manaus, o técnico de enfermagem Francisco Emerson, que trabalha na base Sul do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que o único  comentário dos moradores apontava como principal causa do sinistro uma briga de casal, ocorrida nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (18).

“A moradora, que teve sua casa como a segunda destruída pelo fogo disse que tudo começou logo após ouvir uma discussão da vizinha com o marido, em que a esposa ameaçou tocar fogo na casa”, afirmou o técnico.

Emerson disse também que o marido da segunda moradora que acusou a vizinha, Romualdo Ribeiro Pereira, 34, havia sido uma das vítimas atendidas na Unidade Básica de Saúde (UBS) Olavo das Neves, que fica próximo ao local do incêndio, no beco Bragança. Conforme o enfermeiro, durante o tempo em que o marido estava sendo atendido, a moradora desabafava e acusava a vizinha como a responsável pelo destruição das casas.

De acordo com  Francisco Emerson, que presta assistência de "motolância", foram encaminhados para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto , no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, três pessoas consideradas mais graves: um com crise convulsiva, por nervosismo; uma gestante e um senhor cardiopata.

“ Mais ou menos 10 pessoas foram levadas para os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) do São Raimundo, Joventina Dias e Zona Sul”, descreveu.