Publicidade
Manaus
Manaus

Câmara dos Deputados deve votar fim do auxílio-paletó nesta quarta-feira (27)

O projeto extingue o pagamento de dois salários extras, por ano, para deputados federais e senadores 27/02/2013 às 10:08
Show 1
A decisão foi encaminhada à Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), por meio de Mensagem Governamental
Lúcio Pinheiro ---

Enquanto a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) permanece sentada em cima do projeto que pede a extinção dos 14º e 15º salários a deputados estaduais, o auxílio-paletó, a Câmara dos Deputados promete votar, nesta quarta-feira (27), e, possivelmente, acabar com o benefício recebido pelos parlamentares no Congresso Nacional.

Após reunião entre os líderes dos partidos realizada ontem, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou que será votada nesta quarta-feira no plenário a proposta que acaba com os 14º e 15º salários dos deputados e senadores. O pagamento, no valor R$ 26,7 mil cada, é feito a título de ajuda de custo e recebido pelos parlamentares no começo e no final do ano.

Na Assembleia Legislativa, os 24 deputados recebem, cada um, R$ 20 mil no começo e no final de cada ano, também a título de ajuda de custo. Em agosto de 2011, o deputado da bancada de oposição, José Ricardo Wendling (PT), apresentou projeto pedindo o fim do pagamento. Desde então, a matéria vem sendo brecada na casa.

Nesse período de um ano e sete meses, a alegação da maioria dos deputados na ALE-AM, entre eles o presidente da Casa, Josué Neto (PSD), foi a de que era preciso esperar a votação da matéria na Câmara dos Deputados. E o que for decidido em Brasília, será seguido no Amazonas.

Nesta terça-feira (26), Josué Neto garantiu que a decisão que for tomada na Câmara dos Deputados será repetida na ALE-AM automaticamente. “Se a Câmara resolver extinguir, nós vamos extinguir aqui. Estou respondendo pela vontade de 99% dos deputados, que era a de aguardar a decisão da Câmara. É o que estamos fazendo”, disse o presidente.

Iniciativa

Ao contrário da ALE-AM, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) não esperou a Câmara dos Deputados para acabar com o fim do auxílio-paletó. No dia 19 deste mês, os 39 vereadores presentes à sessão da CMM votaram pela extinção do benefício. No parlamento municipal, o vereadores recebiam R$ 15 mil no início de cada ano.

Para o presidente da ALE-AM, a ajuda de custo no valor de R$ 20 mil foi ridicularizada ao ser apelidada de auxílio-paletó. “A verba serve para compra de computador, máquina fotográfica, filmadora, móveis. Qualquer bem que o deputado precise para exercer sua atividade parlamentar. Não estou defendendo. Estou apenas justificando o que ocorre”, disse Josué.

O autor do projeto, José Ricardo, elogiou a decisão tomada ontem pela Câmara dos Deputados. “Isso é muito bom, porque mostra que a Câmara está em sintonia com a sociedade que não aceita mais privilégios”, disse o deputado.

O petista disse esperar que os colegas de parlamento cumpram o que defenderam ao longo dos debates sobre o fim do auxílio-paletó. “Hoje tem deputados dizendo que enquanto tem lá (na Câmara), tem que manter aqui. Logo, se acabar lá, subentende-se que aprovem a extinção aqui. Espero que cumpram o que já disseram várias vezes”, disse José Ricardo.