Publicidade
Manaus
Manaus

Câmara Municipal de Manaus adia pela sexta vez a votação do relatório da CPI da Água

Vereadores esvaziaram discussão do Plano Diretor de Manaus após terem a renovação dos mandatos negados pela população 16/10/2012 às 07:59
Show 1
Representantes do Sindicato da Construção Civil foram à Câmara discutir propostas apresentadas há uma semana
Kleiton Renzo ---

Uma semana após 15 vereadores terem a renovação do mandato negado pelos eleitores, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) sentou em cima de dois projetos que mexem com o dia a da da população: adiou pela sexta vez a votação do relatório da CPI da Água e esvaziou  audiência pública para discussão do Plano Diretor da cidade.

“Nós vamos tentar suprir a falta com os vereadores que estão aqui. Não foram todos (que deixaram de aparecer), mas a verdade é que não veio nem metade hoje (ontem). Começamos com dez (vereadores em plenário) e terminamos com 16”, disse o presidente da comissão especial de revisão do Plano Diretor, Paulo Nasser (PSC).

Na lista dos vereadores que faltaram à audiência pública, e que também não foram reeleitos e fazem parte das subcomissões está Cida Gurgel (PRP) e doutor Modesto (PTdoB), da subcomissão Plano Diretor e Ambiental; Elói Abreu (PTN), da subcomissão de Normas de Uso e Ocupação do Solo; Jaildo Oliveira (PRP) e Wilton Lira (PDT), da subcomissão de Parcelamento do Solo Urbano; doutor Vitor (PTN) e Jeferson Anjos (PV), da subcomissão de Obras e Edificações; Glória Carrate (PSD) e Lúcia Antony (PCdoB), da subcomissão de Código de Posturas. Os vereadores Mirtes Sales (PPL), Ademar Bandeira (PT) e Hissa Abrahão (PPS) estão de licença. Já os vereadores Paulo Nasser (PSC), Marise Mendes (PDT), Mário Bastos (PRP) e Leonel Feitoza (PSD), não concorreram à reeleição.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).