Publicidade
Manaus
Manaus

Campanha da Fraternidade e Saúde no Amazonas

Lançamento de campanha da Igreja Católica teve caminhada, distribuição de cartilha com os princípios dos usuários de saúde e lembranças da Santa Casa de Misericórdia; abertura oficial acontece na quarta-feira de Cinzas, dia 22 13/02/2012 às 07:35
Show 1
Aproximadamente 150 pessoas participaram da caminha, que encerrou na Catedral Metropolitana de Manaus sob o tema "Fraternidade e Saúde Pública"
Cimone Barros Manaus

Uma caminhada pelas ruas do Centro, no sábado, marcou o lançamento da Campanha da Fraternidade (CF) deste ano em Manaus. Com o tema “Fraternidade e Saúde Pública”, a campanha da igreja Católica visa esclarecer e empoderar as pessoas de seus direitos como usuários da saúde pública; isso inclui o atendimento com qualidade e o controle social através dos conselhos de saúde, de acordo com um dos coordenadores da Campanha, o padre Alcimar Araújo.

“Distribuímos na caminhada uma cartilha com os princípios dos usuários de saúde. Esse é o primeiro passo para que a CF seja conhecida pela sociedade e ela reflita e acompanhe mais de perto a realidade da saúde no Brasil”, disse Alcimar, que também é coordenador de pastoral da Arquidiocese de Manaus.

Aproximadamente 150 pessoas participaram da caminhada, que teve como ponto de partida o prédio da Santa Casa de Misericórdia, na rua 10 de Julho, e seguiu pelas ruas Lobo D’ Almada e avenida Eduardo Ribeiro até chegar a Catedral Metropolitana de Manaus. Fechada ha oito anos, a Santa Casa foi escolhida por ser um lugar que “ajudou muitas pessoas de todas as classes sociais”.

Para o bispo auxiliar de Manaus, Dom Mário Pasqualotto, o Sistema Único de Saúde (SUS) é organizado, mas “lento”. Ele destaca a necessidade de mais espaços de saúde (hospitais, pronto-socorros, unidades básicas de saúde), principalmente os de média e alta complexidade. “A sociedade precisa que o SUS funcione melhor. Tem pessoas que esperam um, dois meses para fazer um raio-x, um ano para marcar uma cirurgia e tem doença que não espera”, ressaltou Pasqualotto.

A abertura da Campanha da Fraternidade acontece somente na quarta-feira de Cinzas, dia 22, com uma missa na Catedral Metropolitana de Manaus, Centro, às 10h, presidida pelo arcebispo Dom Luiz Soares Vieira. A missa será dirigida aos profissionais de saúde.

Em todas as campanhas, a igreja realiza gestos concretos, como em 2001 quando da implantação da Fazenda Esperança em Manaus, um espaço de reabilitação de dependentes químicos. Este ano, será incentivada a doação de sangue, que acontecerá em novenas, e a implantação da Pastoral da Saúde nas 78 paróquias da Arquidiocese de Manaus. Hoje, essa pastoral está presente em 30% das paróquias da Arquidiocese.

“Um dos gestos concretos desse ano é fortalecer a pastoral da saúde e criar onde ela não existe, tendo em vista que a pastoral tem dimensões solidária, comunitária e de política pública”, adiantou o padre Alcimar.