Publicidade
Manaus
‘Olho vivo’

Campanha da Fundação Abióptica faz alerta sobre saúde dos olhos em Manaus

Segundo especialistas, apenas 36 milhões de pessoas frequentam o oftalmologista todos os anos, no País 15/10/2017 às 15:56
Show winnetou
No Brasil, 68 milhões de pessoas nunca foram ao oftalmologista. Foto: Winnetou Almeida
Kelly Melo Manaus (AM)

Quase 70 milhões de brasileiros possuem problemas de visão mas nunca procuraram um especialista e a falta de um acompanhamento pode levar ao desenvolvimento doenças na vista. O alerta foi dado por voluntários da Fundação Abióptica, que durante o final de semana realizaram uma ação, em Manaus, para conscientizar a população à buscarem a saúde nos olhos. 

A ação “Olho vivo” está percorrendo todas as capitais do País e busca esclarecer sobre a importância da saúde e acuidade visual. Em Manaus, a ação foi realizada no shopping Sumaúma, na Zona Norte, onde os voluntários realizaram testes rápidos aplicando a tabela de sinais de Snellen. 

A tabela possui letras e sinais  em vários tamanhos e o pacientes faz a leitura estimulando um dos olhos por vez. “Esse tipo de exame é muito simples e indolor e através dele podemos ter 95% de certeza se a pessoa tem ou não problema de visão. Quando a gente identifica o problema, a pessoa é orientada a procurar um especialista de sua confiança”, explicou o voluntário da fundação, Paulo Rogério Guimarães. 

De acordo com a Fundação Abióptica, no País, 104 milhões de pessoas desenvolveram alguma síndrome ocular, mas apenas 36 milhões usam óculos.  O uso de smartphone e computadores por mais de dez horas grava ainda mais a saúde da visão, segundo Guimarães. “Visão também é qualidade de vida, por isso, é importante que as pessoas busquem um especialista pelo menos uma vez ao ano.  E a nossa missão é levar essa informação para as pessoas que elas tem mais qualidade de vida”, afirmou ele. 

Ainda segundo Paulo Rogério, a utilização de óculos e outros produtos oculares piratas podem prejudicar a visão. “Tem gente que compra óculos em camelôs porque acha que o grau que ficou. Mas isso é um risco muito grande. O correto é procurar um especialista e providenciar os óculos seguindo os critérios necessários”, explicou ele. 

Cuidados com a visão

Conforme a Fundação Abióptica, é importante cultivar bons hábitos para ter uma visão de qualidade. Um dos cuidados necessários é evitar coçar os olhos com frequência porque a pressão pode provocar lesões e doenças. Além disso, as mãos podem levar impurezas e bactérias aos olhos. 

O cuidado com o uso de maquiagens também deve ser rigoroso. Ou seja, é importante remover totalmente os resíduos do rosto antes de dormir, ter atenção à validade dos produtos, lavar os pincéis e escovas evitando o uso de cosméticos de outras pessoas. 

A fundação alerta ainda para o consumo de açúcar, que pode causar problemas oculares, principalmente para quem tem diabetes do tipo 1 ou 2. Por fim, a realização de exames regularmente é essencial para prevenir e reverter possíveis problemas, mantendo assim a saúde visual.

CBO faz alerta

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), a primeira consulta deve ser feita aos 3 anos, mesmo que a criança não apresente nenhuma dificuldade ou queixa. Com esta idade é preciso checar se os dois olhos se desenvolvem plenamente.