Publicidade
Manaus
Manaus

Candidata à prefeitura, Vanessa Grazziotin faz ato solitário em Manaus

Candidata à Prefeitura de Manaus, senadora faz, sozinha, o lançamento oficial dos candidatos do PT 19/07/2012 às 07:54
Show 1
Senadora e candidata à prefeitura, Vanessa Grazziotin, na sede do PT, faz apelo à união pela conquista de votos
Mariana Lima Manaus

A candidata à Prefeitura de Manaus, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), chegou nessa quarta-feira (18), sozinha, ao lançamento das candidaturas ao cargo de vereador do Partido dos Trabalhadores (PT) realizado na sede do Diretório Municipal da sigla. Não compareceu ao ato - o primeiro na casa petista desde o lançamento da candidatura de Vanessa e do ex-secretário Vital Melo, como vice-prefeito, na tarde de 30 de junho - nenhum parlamentar eleito pelo PT.

O governador Omar Aziz (PSD), e o senador Eduardo Braga (PMDB), responsáveis pela indicação de Vanessa Grazziotin não compareceram nem enviaram representantes. Na quarta-feira, a assessoria de imprensa do PT Municipal informou à imprensa que os dois estariam presentes nesse lançamento. Ontem, as assessorias do governador do Estado e do senador Eduardo Braga informaram que o evento não constavam nas respectivas agendas.

Na sede do PT, a reunião teve início após uma hora de atraso. a senadora Vanessa chegou ao local por volta das 11h acompanhada de assessores. A assessoria da candidata justificou o atraso dela por conta de uma homenagem à  Samsung realizada, pela manhã, na Câmara Municipal de Manaus e para o qual tinha sido convidada.

Os deputados estaduais José Ricardo, Sinésio Campos, o vereador Waldemir José, e o deputado federal Francisco Praciano, todos do PT, ficaram longe do lançamento das candidaturas petistas alegando outras atividades no mesmo horário.

José Ricardo afirmou que não compareceu ao evento porque “era relacionado somente aos vereadores”. O deputado disse ainda que no momento do lançamento estava trabalhando, na Assembleia Legislativa, onde elaborava planos de atuação para auxiliar candidaturas de 15 prefeitos petistas no interior do Estado.

Sinésio Campos alegou estar em uma reunião com o governador Omar Aziz e o secretariado estadual no mesmo horário emque se dava o lançamento das candidaturas. “Eu sou líder do governo na ALE-AM e por conta disso tenho uma agenda a cumprir com o governador. No momento do lançamento eu estava com o Omar”, explica.

Vanessa reuniu com os candidatos petistas a vereador durante 30 minutos. Alertou sobre a necessidade da união entre os membros do partido, e lembrou, diversas vezes, que fazia parte da base de apoio ao Governo Dilma no Senado.

“Em uma campanha, nem todo mundo pode vencer, mas nós já somos vitoriosos. A gente tem que pensar que estamos conseguindo a vitória para a Prefeitura e todo mundo aqui vai ter o que fazer. Vamos precisar muito da ajuda de todos”, ressaltou.

A assessoria de Vanessa informou que após o encontro, ela se reuniria com o governador Omar Aziz.

Candidatos em busca de mais sintonia

 As candidaturas de Vanessa e Vital aconteceram aos 45 minutos do segundo tempo, quando a deputada federal Rebecca Garcia (PP) renunciou, na noite de 29 de junho, alegando “profundas razões pessoais e sócio-políticas”.

Após 18 dias do lançamento das candidaturas de Vanessa e Vital, realizado em uma sala da Assembleia Legislativa do Amazonas, a dupla procura vencer os obstáculos provocados pela falta de  entrosamento. Vanessa e Vital se conheceram minutos antes da coletiva à imprensa.

Vital atua para tentar amenizar atritos entre as correntes do Partido dos Trabalhadores. Ex-secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social, ele alimenta o desejo público de receber apoio do ex-chefe Amazonino Mendes (PDT).