Publicidade
Manaus
Manaus

Candidatos a prefeito de Manaus 'estreiam' na TV no dia 21

No primeiro round da guerra a ser travada, na TV e no rádio, os candidatos a prefeito de Manaus vão falar de competência, família e de histórias de vida 20/08/2012 às 13:54
Show 1
Para os candidatos a prefeito é oportunidade especial de apresentar, sob determinados efeitos, uma performance capaz de convencer os eleitores
Mariana Lima Manaus (AM)

Quando a campanha eletrônica no rádio e na televisão começar, na terça-feira, duas disputas entrarão em cena: a conquista do mandato popular e a vitória do marketing mais eficiente das eleições. Essa segunda disputa poderá se polarizar principalmente entre os prefeituráveis Vanessa Grazziotin (PCdoB) e Artur Neto (PSDB), que foram buscar marqueteiros que já trabalharam para três dos mais importantes líderes da América Latina: o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e os ex-presidentes do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Marcelo Brandão, contratado pelo comitê de Vanessa, por exemplo, atuou nas campanhas de Chávez e Lula. A ele caberá o desafio de administrar o tempo mais generoso da propaganda eleitoral entre os candidatos a prefeitos de Manaus, um tempo que ele já sabe como utilizar já na estreia do horário da candidata comunista: “Temos muito tempo, quase 13 minutos. Vamos aproveitar esse espaço para explicar bem a vida da candidata e mostrar o porquê Vanessa foi escolhida como candidata para Manaus”, disse Brandão. Vanessa dispõe de 12min45s.

O publicitário paulista Rui Rodrigues, considerado no setor um dos maiores especialistas em marketing político, foi chamado para Manaus para atuar na campanha do ex-senador Artur Virgílio Neto. Ele, que atuou nas campanhas vitoriosas de 1994 e 1998 do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, terá o desafio de fazer crescer os 3min32s. A estratégia dele já está definida para os primeiros programas, comenta o coordenador local da equipe de marketing de Artur, Valdo Garcia: “Pretendemos mostrar aos eleitores quem é o Artur Virgílio e o Hissa. Vamos deixá-los mais perto do público”.

O candidato da coligação “Agora somos nós e o povo”, Serafim Corrêa (PSB), deu uma solução caseira para alavancar sua campanha no palanque eletrônico. Criou um conselho de marketing, que definiu a estratégia dos primeiros programas do socialista: levar ao ar um programa que trabalhe em Serafim os conceitos de competência, experiência e a retomada dos temas que levaram o socialista à vitória em 2004.  “Vamos apresentar como nosso candidato trabalha limpo e com sinceridade pelo bem da cidade. O Serafim nunca saiu daqui e mora até hoje em Manaus. Mostraremos que ele é um cara preparado”.

A ideia de ser um candidato bem preparado também será explorada pela equipe de Pauderney Avelino (DEM) da coligação “Renova Manaus”. Segundo a coordenadora de marketing, a publicitária Sandra Santana, a equipe pretende mostrar que “o candidato é o mais preparado técnica e politicamente” desde o primeiro programa. O deputado federal também procurou um especialista experiente em outras eleições para chefiar sua equipe de marketing, Adriano Gehes, tem no currículo a participação na pré-campanha de Lula em 2006.

O responsável pela imagem de Henrique Oliveira (PR), da coligação “Manaus pra Frente”, Sabá Noronha, disse que a equipe está preparando uma forma criativa de apresentar o candidato: “Nesse primeiro momento temos apenas que apresentar à população quem é o Henrique e o que ele já fez para Manaus. Se eu conseguir mostrar como ele é, da forma criativa que estamos pensando, ganhamos a eleição”, diz.

Programação

A partir de terça-feira (21), as grades de programação das emissoras de televisão e de rádio ganham nova atração: os programas do horário eleitoral gratuito. Para os candidatos a prefeito é oportunidade especial de apresentar, sob determinados efeitos, uma performance capaz de convencer os eleitores.

A cada campanha eleitoral, coordenadores e especialistas em marketing investem nos itens qualidade e inovação dos programas para a televisão. Este ano, eles prometem boas novidades.

A ordem de transmissão dos programas eleitorais foi definida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) no dia 8 deste mês. Conforme a lei eleitoral nº 9.504, o tempo de mídia para cada candidato é definido pela quantidade de partidos que fazem parte da coligação.