Publicidade
Manaus
Manaus

Candidatos à prefeitura de Manaus devem gastar R$ 40 milhões durante a campanha eleitoral

Esse é o valor global que os nove candidatos a prefeito de Manaus declararam ao TRE-AM como gastos de campanha   06/07/2012 às 07:41
Show 1
A senadora e candidata Vanessa Grazziotin (PCdoB), e o candidato a vice, Vital Melo (PT), no TRE-AM, durante o corre-corre para o registro de candidaturas
LÚCIO PINHEIRO Manaus

Até às 22h dessa quinta-feira (5), o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) registrava as inscrições de nove candidatos a prefeito de Manaus e 679 candidaturas às 41 vagas em disputa na Câmara Municipal de Manaus. Desatualizado, o sistema de Divulgação de Registro de Candidaturas (Divulgacand) do Tribunal Superior Eleitoral mostrava, em todo o Amazonas, 16 pedidos de candidatura de prefeito, 16 de vice-prefeito e 897 de vereador.

De acordo com última relação de pedidos de registro de candidatura divulgada no blog da assessoria de comunicação do TRE-AM (ascomtream.wordpress.com), já estavam confirmadas as inscrições de candidatos a prefeito (a) de Artur Neto (PSDB), Jerônimo Maranhão (PMN), Henrique Oliveira (PR) e Serafim Corrêa (PSB), Sabino Castelo Branco (PTB), Vanessa Grazziotin (PCdoB), Pauderney Avelino (DEM), Herbert Amazonas (PSTU) e Luiz Navarro (PCB).

O número de pedidos de registro de candidatura para vereador em Manaus (679) divulgado até as 19h de ontem pelo TRE-AM era menor do que o número de candidatos que disputaram as eleições de 2008: 783. Há quatro anos, os 783 candidatos disputavam 38 vagas na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Este ano estão em disputa 41 vagas.

Em 2008, o PTB e o PCdoB não coligaram com outras siglas e, com 51 candidaturas cada, foram as legendas que mais lançaram nomes para a disputa nas eleições proporcionais. O PTB elegeu seis vereadores e o PCdoB apenas um.

Mas diferente da condição que tinha há quatro anos, quando era a legenda de Amazonino Mendes (hoje no PDT), o PTB sai este ano coligado com o PSDC, e, até a última lista atualizada pelo TRE-AM, apresentava ontem apenas a inscrição de 19 candidaturas.

O PCdoB, que este ano terá a candidatura de Vanessa à Prefeitura de Manaus, terá que dividir as 82 candidaturas permitidas a uma coligação com ou outros dois partidos com quem coligou: PT e PSD.

Gastos

Juntos, os nove candidatos à Prefeitura de Manaus declararam à Justiça que pretendem gastar na campanha R$ 40,5 milhões. Apoiada pela máquina do Governo do Estado, a senadora Vanessa estipulou o maior gasto na disputa: R$ 10 milhões. Herbert indicou o menor valor: R$ 100 mil.

O deputado federal Henrique Oliveira declarou o segundo maior valor com limite para gastar na campanha: R$ 8 milhões. Em seguida ficou o deputado federal Pauderney Avelino, com R$ 7 milhões; o deputado federal Sabino Castelo Branco, o ex-prefeito Serafim Corrêa e o ex-senador Artur Neto com R$ 5 milhões cada; Luiz Navarro R$ 300 mil; e Jerônimo Maranhão R$ 100 mil. Em 2008, foram seis candidatos a prefeito, que declararam à Justiça terem recebido R$ 15,4 milhões em doações para a campanha.