Publicidade
Manaus
Manaus

Candidatos à Prefeitura de Manaus se enfrentam em último debate

Em momentos de despedida da corrida eleitoral, os candidatos cumprimentam com “até logo e até o segundo turno”. 05/10/2012 às 01:29
Show 1
Ultimo debate
Camila Pereira Manaus

As cartas estão na mesa. A última chance dos candidatos debaterem suas propostas aconteceu na noite desta quinta-feira (4), e foi promovido pela TV Amazonas. Em momentos de despedida da corrida eleitoral, os candidatos cumprimentam com “até logo e até o segundo turno”.

Foram convidados os candidatos mais bem pontuados na última pesquisa Ibope: Artur Neto (PSDB), Vanessa Grazziotin (PCdoB), Henrique Oliveira (PR), Sabino Castelo Branco (PTB) e Serafim Corrêa (PSB). O candidato à Prefeitura de Manaus, Jerônimo Maranhão (PMN), teve negado pela Justiça o pedido de participação no último debate do primeiro turno.

Por força de liminar, o candidato do Democrata Pauderney Avelino. A emissora de TV recorreu, mas a decisão foi mantida pela Justiça. Na sequência, a TV Amazonas deu entrada em um mandado de segurança para tentar barrar a participação do Democrata, mas o pedido também foi negado, garantindo a participação de Pauderney.

Durante o primeiro bloco, os candidatos expuseram propostas sobre Trânsito, Segurança Pública, Transporte, Plano Diretor, coleta de lixo. Quando perguntado sobre o trânsito, Artur Neto disse que haverá intervenções de grandes e pequenas vias, além de reforma nas já existentes, introdução de semáforos e recapeamento, com a finalidade de aumentar a velocidade dos ônibus. Além da instauração do BRT.

O segundo bloco foi de temas livres, o que deu mais movimentação ao debate, antes carregado de ansiedade. Uma das primeiras perguntas foi do candidato Serafim Corrêa a Vanessa Grazziotin, que questionou sobre a votação do salário mínimo em 2004. Ela respondeu que sempre lutou por uma política de reajuste salarial. “Sempre votei em favor do trabalhador”, destacou.

O terceiro bloco trouxe, mais uma vez, temas pré-estabelecidos como lazer e esporte, pavimentação, orçamento municipal, iluminação pública. O candidato Serafim Corrêa destacou propostas de levar iluminação nos becos. Além da manutenção que, de acordo com o candidato, é ruim.

Já Sabino Castelo Branco respondeu sobre a possivel contrução de escolas de tempo integral. Ele afirmou que a prefeitura não tem estrutura para abarcar uma escola do gênero. "Manaus não tem prefeito, nem vice prefeito. Estão acabando com os recursos da Prefeitura. Colocaremos ordem na casa", prometeu se eleito.

Os prefeituráveis, em suas considerações finais agradeceram a todos que estiveram presentes na campanha, inclusive a população. E se despediram na esperança de um segundo turno.