Publicidade
Manaus
Manaus

Carretas paradas favorecem ação de criminosos nas ruas de Manaus

Empresa de cargas deixa veículos no meio da rua e moradores reclamam dos riscos aos quais estão sendo submetidos 03/08/2012 às 07:26
Show 1
Carretas paradas na rua Ipixuna e canos do Prosamim ‘ajudam’ criminosos
Maria Derzi Manaus

Os moradores da rua Ipixuna, no trecho de entrada do parque residencial Mestre Chico, no bairro da Cachoeirinha, Zona Sul, reclamam do estacionamento irregular de mais de cinco carretas de contêineres que, além de estar no meio da rua e destruir o asfalto, também contribuem para camuflar a ação de criminosos.

O problema é que na mesma área, na calçada, estão alojados vários tubos de esgoto das obras do Programa de Saneamento dos Igarapés de Manaus (Prosamim), que estão servindo como dormitório e esconderijo para os criminosos. À noite, segundo os moradores,  escondidos entre os canos e protegidos pela falta de visão em virtude da presença das carretas, eles  roubam as pessoas e saem correndo.

Os moradores também se preocupam porque, como as carretas impedem a visão do local, há perigo até de mulheres serem agredidas sexualmente entre os tubos.

“De noite,  o pessoal fica fazendo sexo escondido atrás das carretas. Imagina se uma mulher passa e esses marginais estão aí? O que eles podem fazer com ela, escondidos na escuridão? ”, questionou uma moradora que não quis se identificar.

Outro morador que reclama da presença das carretas no local é o funcionário público, João Paulo. “Tem que ser tomada alguma providência. Essas carretas causam muito problema no trânsito aqui, porque quando o ônibus vem de lá, sem visão, ele pode bater na carreta e desviar e bater nas nossas casas”, preocupou-se João.

Jeitinho
Segundo João, as carretas permanecem no local durante dias seguidos. “Não tenho certeza, mas parece que o dono delas tentou colocá-las na rua Urucará, mas os moradores reclaram e ele teve que tirar. Agora, ele quer deixá-las aqui indefinidamente. Acredito que eles deveriam ter garagem para colocar as carretas deles, né”, disse.

João confirma que, devido as carretas, criminosos se escondem atrás dos tubos de esgoto do Prosamim. “Os cheira-cola ficam transando aí atrás, se drogando e roubam as pessoas que passam pela rua. Veja como essas carretas se tornaram um perigo para os moradores da área”, exclamou João Paulo.

Tubos ficam no local por quatro meses
De acordo com a assessoria de imprensa do Programa de Sanemaento dos Igarapés de Manaus (Prosamim), os canos vão  permanecer na rua Ipixuna  por mais quatro meses, enquanto são realizadas as obras de conexão dos esgotos dos bairros de Japiim, Educandos e Petrópolis com a estação de Educandos.

O programa informou lamentar que o material esteja sendo utilizado como abrigo para a criminalidade e diz que, a partir de hoje, será instalado no local um tapume para isolar os tubos e evitar a entrada de pessoas para a área.  A CRÍTICA tentou entrar em contato com a empresa proprietária das carretas pelo telefone 33XX-80XX, mas nenhuma das chamadas feitas foi atendida.