Publicidade
Manaus
ACIDENTE

Carro desgovernado colide e causa incêndio em posto de combustível em Manaus

Embriagado, o condutor bateu de ré a S-10 que dirigia em torres de abastecimento no posto que fica entre as ruas Maceió e Salvador, no Adrianópolis 16/11/2017 às 07:24 - Atualizado em 16/11/2017 às 11:45
Show 3
O acidente aconteceu por volta das 2h16 da madrugada desta quinta-feira (Foto: Divulgação/Bombeiros)
Amanda Guimarães e Danilo Alves Manaus (AM)

Um posto de combustíveis pegou fogo na madrugada desta quinta-feira (16) em Manaus após um motorista embriagado perder o controle do veículo que dirigia, colidir com torres de abastecimento e causar um incêndio no local. O caso aconteceu por volta das 2h15 no posto localizado na esquina das ruas Maceió e Salvador, no bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul da capital.

Conforme o soldado PM Paulo Seny, da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o condutor foi identificado como Leandro Vasco de Souza, de 35 anos, que conduzia o veículo Chevrolet S10, de placas HK-6060. Segundo o soldado, o motorista chegou à loja de conveniência do posto para comprar produtos e, quando saiu, teria dado ré e colidido com uma das bomba de abastecimento. 


Foto: Divulgação

“O rapaz deu a ré no carro para ir embora, mas atingiu a bomba de gasolina. Foi aí que o incêndio começou. Uma viatura da 16ª Cicom passava na hora e levou o rapaz que estava sob efeito de bebida alcoólica, até a delegacia”, disse o soldado Paulo Seny. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu apagar as chamas antes de iniciar uma explosão. A perícia criminal do Instituto de Criminalística deve emitir um laudo sobre as circunstâncias e causas do incêndio.

‘Achei que ia morrer’

Um dos frentistas que trabalha no posto de combustível,  que não quis se identificar, disse que por pouco não aconteceu uma tragédia no local. Segundo ele, houve um momento em que ele pensou que morreria. “Quando o fogo começou eu achei que ia morrer. Se fogo se alastrasse para as outras bombas, ninguém sobreviveria”, contou.

Além do carro ter pegado fogo e ser totalmente destruído, uma das torres de abastecimento também sofreu perda total. De acordo com o Corpo de Bombeiros, outras estruturas do posto também foram danificadas como parte do teto do posto, concentrados de bombas, uma impressora fiscal, computados de registro, máquina de crédito, bomba cesto e parte do mobiliário.


Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Liberado após fiança

O motorista suspeito do crime foi detido e encaminhado para o 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Flores, onde prestou depoimento e foi liberado após pagar R$ 3 mil de fiança, mesmo após o teste de alcoolemia dele ter confirmado 0,70 miligramas por litro, acima do permitido. O caso deve ser transferido para o 22º DIP.

O advogado do posto atingido pelo incêndio se encaminhou para a delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O) e informar o valor dos danos causados pelo infrator. Em depoimento, o motorista afirmou que pagaria os prejuízos. Ele deve ser autuado por embriaguez ao volante.


Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Prédio evacuado

Uma moradora de um condomínio localizado ao lado do posto, a relações públicas Débora Gonzalez, de 33 anos, relatou que acordou durante a madrugada com o barulho da colisão entre o veículo e a bomba do posto de combustíveis. "Acordei com o barulho da batida do veículo contra a bomba. Depois pediram para a gente evacuar, pois tinha possibilidade do fogo passar para o prédio. Sai tocando a campainha e acordando os vizinhos, mas nem todos desceram", disse.

A moradora do prédio acredita que o motorista do veículo estava bêbado. "Acreditamos que ele perdeu o controle do veículo porque tinha ingerido bebida alcoólica. Na hora que desci, a Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) já estava lá realizando o atendimento ao condutor. O Corpo de Bombeiros conteve o fogo em dez minutos", completou.

Publicidade
Publicidade