Publicidade
Manaus
Manaus

CAS aprova projetos orçados em US$ 368 milhões para a Zona Franca de Manaus

Os projetos estimam investimentos totais de US$ 368.7 milhões e prevêem a geração de aproximadamente 1.215 postos de trabalho no PIM ao longo dos próximos três anos 09/05/2012 às 19:12
Show 1
A reunião foi presidida pelo secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, e contou ainda com a participação do superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira
acritica.com Manaus

Uma pauta com 57 projetos industriais e de serviços, sendo 23 de implantação e 34 de atualização, ampliação e diversificação, foi aprovada durante a 256ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS), realizada nesta quarta-feira (9), na sede da SUFRAMA, em Manaus.

Os projetos estimam investimentos totais de US$ 368.7 milhões e prevêem a geração de aproximadamente 1.215 postos de trabalho no PIM ao longo dos próximos três anos. A reunião realizada nesta quarta-feira foi a mais representativa em termos de número de projetos aprovados desde a 250ª Reunião Ordinária do CAS, realizada exatamente há um ano, ocasião em que foram aprovados 65 projetos.

A reunião foi presidida pelo secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, e contou ainda com a participação do superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, do secretário municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação, Alfredo Paes, dos conselheiros representantes dos ministérios vinculados ao CAS e de empresários, políticos e representantes das entidades de classe da região, entre outros.

A pauta aprovada, no que tange às iniciativas empresariais de implantação, teve como maiores destaques os projetos da Sense Bike da Amazônia, para fabricação de bicicletas elétricas, com investimentos totais de US$ 6.392 milhões; da Quark Fabricação de Equipamentos Ferroviários e Serviços de Engenharia, para prestação de serviços de treinamento e de manutenção e operação de carros de monotrilho, com investimentos totais de U$ 2.329 milhões; CMC da Amazônia Indústria e Comércio de Óculos e Relógios, para produção de armações para óculos, óculos de sol e relógios de pulso, com investimentos totais de aproximadamente US$ 15 milhões; e da Erin Engenharia e Construção, para fabricação de estruturas flutuantes e balsas para transporte, com investimentos totais de US$ 9.595 milhões.

Com relação às proposições industriais de diversificação, ampliação e atualização, os destaques foram os projetos da Dafra da Amazônia Indústria e Comércio de Motocicletas, para fabricação de motos acima de 450 cilindradas e de bicicletas elétricas, com investimentos totais de US$ 16.443 milhões; Masa da Amazônia, para fabricação do videogame XBOX, com investimentos totais de US$ 49.334 milhões; Bramont Montadora Indústria e Comércio de Veículos, para produção de veículos utilitários e veículos automotores para transporte de mercadorias, com investimentos totais de US$ 68.813 milhões; e Digibrás Indústria do Brasil, para produção de lousas digitais interativas, com investimentos totais de US$ 5.527 milhões.

Segundo o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, a quantidade expressiva de projetos aprovados tem reflexos positivos na ampliação da capacidade produtiva do PIM. “As diversas reuniões do CAS realizadas no ano passado e neste ano têm gerado excelentes resultados para a ZFM. Esta é mais uma ocasião em que aprovamos investimentos relevantes para os segmentos de Duas Rodas e Eletroeletrônico, que são os mais representativos do PIM, mas também temos projetos em outros setores, como saúde, automóveis utilitários e indústria naval, o que significa uma diversificação produtiva muito importante”, afirmou Teixeira.

O superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira, ressaltou a importância da aprovação da Resolução 072/2010 do Senado, a qual classificou como medida efetiva visando a dar competitividade à indústria nacional, e fez também um balanço das atividades do CAS neste ano, o qual, em apenas duas reuniões realizadas, já contabiliza 99 projetos industriais e de serviços aprovados, com investimentos totais de aproximadamente US$ 1.4 bilhão e previsão de geração de mais de 2.600 empregos.

“Os resultados exitosos do modelo ZFM, tanto no que diz respeito aos indicadores positivos de faturamento e de geração de empregos quanto ao quantitativo expressivo de projetos de investimento aprovados, mostram que o PIM é um local favorável ao desenvolvimento de negócios. Nossa missão será dotar o Polo cada vez mais de condições para que a competitividade dos nossos produtos seja fortalecida e a atração de investimentos ainda mais potencializada”, disse Nogueira.

Novo conselheiro

Na reunião desta quarta-feira, o especialista em Políticas e Gestão Governamental, Rafael Moreira de Aguiar, tomou posse como conselheiro representante do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.