Publicidade
Manaus
PARALISAÇÃO

Cerca de 20 mil pessoas são prejudicadas durante paralisação de ônibus nesta terça

De acordo com informações do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), as empresas que tiveram os serviços suspensos foram a Expresso Coroado, cuja paralisação foi de 5h40 até 7h40, e na Líder só saiu 60 dos 85 carros 10/05/2016 às 11:39
Show 737084
Os sindicalistas alegam que a paralisação é em retaliação ao não acordo em relação ao dissídio (Foto: Arquivo/AC)
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Na manhã desta terça feira (10), cerca de 20 mil passageiros das zonas Leste, Norte e Centro-Sul foram prejudicados por conta de uma paralisação parcial de empresas de transporte coletivo que atuam nas áreas. Esta foi a décima primeira paralisação ilegal seguida realizada por membros do sindicato.

De acordo com informações do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), as empresas que tiveram os serviços suspensos foram a Expresso Coroado, cuja paralisação foi de 5h40 até 7h40, e na Líder só saiu 60 dos 85 carros.

Em nota, o Sinetram informou que a previsão é que a Líder volte a operar com 100% da frota agora à tarde. Os sindicalistas alegam que a paralisação é em retaliação ao não acordo em relação ao dissídio. Uma audiência de conciliação está marcada para o próximo dia 13, na sede do TRT.

Paralisação

Na manhã desta segunda-feira (9), mais de 40 mil usuários do transporte coletivo das zonas Oeste e Centro-Oeste ficaram sem condução devido uma paralisação na empresa Viação São Pedro.

Os sindicalistas chegaram à garagem por volta de 5h e liberaram apenas 75 ônibus dos 134 foram cumprir seus itinerários. Os trabalhos voltaram ao normal por volta de 12h.

Uma audiência de conciliação está marcada para o próximo dia 13, na sede do TRT.