Publicidade
Manaus
Manaus

Cheia em Manaus ajudou no combate ao fogo

Junto com o Corpo de Bombeiros moradores voluntários tiveram a iniciativa de retirar água do rio e jogar sobre as casas que estavam ameaçadas pelo incêndio 18/04/2012 às 16:14
Show 1
Homem tenta resfriar casas com água retirada do rio
Síntia Maciel e Eloísa Vasconcelos Manaus

Se por um lado foi difícil para as viaturas do Corpo de Bombeiros e os carros-pipa da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) chegar ao local do incêndio, no bairro Presidente vargas (Matinha), na Zona Centro-Sul de Manaus, na manhã desta quarta-feira (18), que destruiu dezenas de casas de madeira, por outro lado alguns imóveis não chegaram a ser atingidos porque grupos de moradores se mobilizaram para retirar água do rio com baldes e latas e jogar contra as residências que estavam sendo ameaçadas pelas chamas.

O técnico em eletrônica Alexandre Barroso disse que estava descendo o beco para visitar alguns parentes quando viu o desespero das pessoas e correu para ajudar.

“ Nós começamos a  jogar a água do rio nos pequenos focos de incêndio que iam surgindo para não passar para as outras casas”, explicou.

O vento e a madeira seca das casas contribuiu para que o incêndio o sinistro, que teria iniciado no beco Bragança, se alastrasse até o quarto beco Boa Sorte, e de lá seguisse em direção às casas localizadas no beco Walter Rayol, situado em uma área do bairro conhecida como “Bariri”.