Publicidade
Manaus
Manaus

Clima tenso antes do terceiro debate entre os candidatos à prefeitura de Manaus

O clima entre os cabos eleitorais esquentou. Durante a chegada de Vanessa Grazziotin, cabos atiraram ovos contra o carro da candidata, respingando no rosto da senadora. 12/09/2012 às 09:06
Show 1
Vanessa Grazziotin reclama após ter sido acertada com ovos
Camila Pereira e Mariana Lima Manaus (AM)

Centenas de pessoas, munidos de bandeiras e tambores, se aglomeraram em frente a TV Em Tempo, para acompanhar o terceiro debate eleitoral entre os prefeituráveis de Manaus. Um telão foi montado e algumas pessoas subiram no muro do Parque Amazonense. As ruas que dão acesso foram interditadas devido ao grande número de pessoas.


Do lado direito, os militantes de Vanessa Grazziotin (PCdoB) e do lado esquerdo, cabos eleitorais de Arthur Virgílio (PSDB). No meio deles apenas cinco policiais militares separam os grupos. O reforço chegou tempo depois.

O clima entre os cabos eleitorais esquentou. Durante a chegada de Vanessa Grazziotin, chegaram a atirar ovos contra o carro da candidata, respingando no rosto da senadora.

De acordo com o coordenador jurídico da campanha de Grazziotin, Daniel Nogueira, estão em um processo de identificação de quem teria atirado os ovos. O caso será levado às autoridades e será tratado como um ato criminoso.

Um suspeito de ter também cuspido na senadora, José Henrique Gonçalves de Matos, 22, chegou a ser levado para as dependencias da TV Em Tempo pela  própria comitiva da senadora. Um dos advogados de Artur Virgilio, Charles Garcia, levou o suspeito em um carro. O jovem não foi autuado em momento nenhum.

Debate

No primeiro bloco do debate o clima foi amigável. Eles responderam a pergunta proposta pela produção do debate sobre três realizações que os qualificassem ao cargo a prefeitura de Manaus. Vanessa Grazziotin foi a primeira a responder, mas nenhum dos candidatos chegou a comentar sobre o incidente.

O debate trouxe propostas já conhecidas de quem acompanha os programas eleitorais vinculados nas rádios e TV. Entre eles cultura, transporte público, geração de emprego e saúde. As alfinetadas começaram no fim do segundo bloco, quando os candidatos Pauderney e Sabino Castelo Branco questionaram os bens declarados ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas. Pauderney questionou o candidato Sabino se ele visitaria a população em um helicóptero. O deputado rebateu questionando sobre a mansão de Avelino.

A senadora Vanessa Grazziotin foi questionada pelo candidato Henrique Oliveira sobre a utilização das figuras do governador Omar Aziz e senador Eduardo Braga e de que forma eles iriam ajuda-la a solucionar o problema do transporte público.

Ao responder, a senadora disse que os novos modais do transporte urbano contam com a participação do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus. E obras, como o monotrilho, contam com recursos federais, já que os recursos municipais não são suficientes.

Já no penúltimo bloco, Sabino Castelo Branco chegou a comentar sobre um possível apoio do Prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, a candidatura de Artur Virgilio. Ele rebateu dizendo que é um candidato do povo, já que as pesquisas apontam que ele está com 37 a 38 pontos nas pesquisas divulgadas.

Sabino tentou rebater dizendo que há um instituto de pesquisa que está sendo investigado pela Polícia Federal por manipular resultados.

Henrique Oliveira aproveitou os minutos finais para comentar que houve uma desproporção a candidata Vanessa, já que muito se falou sobre a agressão sofrida e que durante os intervalos viu-se muito a propaganda da senadora. Protestou também dizendo que foi cerceado de sua opinião, quando o mediador do debate, Amaral Augusto, o interrompeu durante uma resposta pedindo que o candidato se ativesse ao tema proposto.

Artur Neto foi um dos únicos a expor propostas nas considerações finais, prometendo em seu governo uma atenção especial à mulher, regeneração do Centro da cidade, e cuidado com os trabalhadores informais.

Pauderney também usou as considerações para divulgar programas habitacionais, calçadas e passagem de ônibus barateada, que serão feitos se ele for eleito.

Sabino Castelo Branco utilizou mais uma vez seu tempo para atacar a candidata do PC do B, incitando se a Grazziotin teria coragem de participar da eleição se não fosse da base aliada do governo.

Serafim Corrêa destacou que é o único candidato de oposição ao atual prefeito da cidade. Falou que Vanessa, mesmo se sentindo indignada com a prefeitura de Manaus, tem como vice candidato um ex-secretário do Município.

Já a candidata Vanessa Grazziotin se defendeu dizendo que Vital Melo, candidato a vice-prefeito, foi apontado pelo Partido dos Trabalhadores (PT).  E destacou mais uma vez que se orgulha em ser candidata da presidente Dilma Rousseff, ex-presidente Lula, governador Omar Aziz e do senador Eduardo Braga.

Durante o debate, os nomes dos candidatos Sabino, Serafim, Vanessa, Pauderney e Artur estiveram nos Trending Topics Brasil da rede social Twitter, entre os dez assuntos mais comentados.