Publicidade
Manaus
Manaus

Cobradora de ônibus morre após ter cabeça esmagada por coletivo

Funcionária havia acabado de desembarcar do coletivo 623, onde trabalhava, e passou correndo na frente do ônibus 612, quando foi atropelada. Caso está sendo investigado pela polícia 27/08/2014 às 13:30
Show 1
Acidente aconteceu na rua Américo Alvarez, bairro Japiimlândia, Zona Sul da capital
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

A cobradora de ônibus Maria Raimunda Fenelon de Carvalho, 60, morreu no início da tarde desta quarta-feira (27), em Manaus, após ter a cabeça esmagada por um ônibus no bairro Japiimlândia, na Zona Sul da cidade. Ela havia acabado de desembarcar do coletivo 623, onde trabalhava, e passou correndo na frente do ônibus 612, quando foi atropelada.

O incidente aconteceu na rua Américo Alvarez, próximo à estação dos coletivos, por volta das 12h30. O motorista do 612, colega de trabalho da vítima, que não teve o nome revelado, não fugiu do local e prestou socorro à cobradora. Ele estava desesperado e chorando muito no momento que foi conduzido ao 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo o tenente Marcos Barroso, da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o incidente parece ter ocorrido por uma fatalidade, já que o motorista do 612 conduzia o veículo em baixa velocidade. A linha 623 pertence à empresa do grupo Eucatur, que já enviou representantes até o local do acidente.

“Estamos todos chocados. Vi a foto que mandaram pelo Whatsapp. Ela era muito prestativa. Sempre que a empresa fazia aniversário, ela vinha e ajudava todos na festa”, disse uma funcionária da Eucatur que não quis se identificar. O local do acidente foi periciado pela Polícia Civil, que deve avaliar a culpabilidade do motorista no caso.