Publicidade
Manaus
Manaus

Codam aprova projetos com investimentos de R$ 225 milhões

Os 22 projetos relacionados na pauta da 243ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) foram aprovados na íntegra nesta quarta-feira (27) 27/02/2013 às 20:11
Show 1
Conselheiros do Codam se reuniram na sede da Federação das Indústrias do Amazonas
acritica.com Manaus

Os 22 projetos relacionados na pauta da 243ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) foram aprovados na íntegra nesta quarta-feira (27), com destaques para as propostas da Unicoba para a fabricação de lâmpadas LED a partir de investimentos de R$ 88 milhões e da Philco para a produção de condicionadores de ar com recursos de R$ 32 milhões. Os investimentos devem totalizar R$ 225 milhões e irão gerar 916 novas vagas no mercado de trabalho.

Presidida pelo secretário de estado de Planejamento Airton Claudino, participaram também da reunião o superintendente da ZFM Thomas Nogueira, o secretário de estado de Fazenda Afonso Lobo, além de representantes de entidades de classe dos trabalhadores e dos setores produtivos.

O secretário de estado de Produção Eron Bezerra propôs apresentar na próxima reunião, que será realizada em abril, alternativas de investimentos voltadas para o setor primário. “A Zona Franca de Manaus não é só a produção de eletroeletrônicos. É também setor primário”, disse o secretário, destacando que ao contrário de setores de motocicletas, existem linhas de financiamento para empreendimentos na área rural superiores da R$ 100 bilhões.

A última reunião do Codam foi realizada no dia 27 de dezembro de 2012, no auditório da Fieam. O balanço do conselho  no ano passado, aponta investimentos da ordem de R$ 11.326 bilhões, com projeção de criação de 11.892 vagas no mercado de trabalho no período de até três anos.

Os investimentos aprovados via Codam em 2012 são mais do dobro do total registrado em 2011, quando foram aprovados um total de R$ 5.407 bilhões em investimentos distribuídos em 214 projetos industriais, com previsão de geração de 11.750 postos de trabalho. Em 2011, foram aprovados 226 projetos com um volume de R$ 4.682 bilhões e 16.985 empregos.

Apesar da guerra fiscal entre os estados para a atração dos investimentos da indústria de tablets, o Amazonas manteve-se como um destino preferencial para as empresas do setor. Em 2012, o Codam elevou para 12 o total de projetos aprovados para a fabricação dos microcomputadores portáteis.

Com informações da assessoria.