Publicidade
Manaus
Manaus

Com chuva forte, igarapés transbordam e prejudicam moradores em Manaus

Foi o caso do funcionário público, Edimilson Barreto. Ele estava no trabalho na hora da chuva forte da tarde desta sexta-feira (20), e quando saiu para almoçar na sua residência, acabou preso por uma alagação 20/07/2012 às 20:29
Show 1
Chuva prejudica moradores de bairro
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

Com a chuva forte da tarde desta sexta-feira (20), moradores de Manaus, principalmente, motoristas de carros de passeio, tiveram dor de cabeça na hora de voltar para casa ou ir para o trabalho. O obstáculo foi que algumas ruas e avenidas da capital alagaram e dicultaram a locomoção dos condutores.

Foi o caso do funcionário público, Edimilson Barreto, 68 anos. Ele estava no trabalho na hora da chuva e, quando saiu para almoçar na sua residência, foi surpreendido com alagação do igarapé que fica debaixo de uma ponte da localidade onde mora. “Alagou a ponte quem nem entrava e nem saia carro. Eu ia almoçar em casa para retornar depois ao trabalho mas não consegui passar na entrada do conjunto”.

Edimilson mora com a família no conjunto Nova República, na Zona Sul de Manaus. Para ele, falta fiscalização dos órgãos municipais. “Falta fiscalização da prefeitura por aqui, desde a Rua Manaus 2000, no bairro Japiim. Moradores de outros bairros vêm jogar lixo aqui. A situação é bastante complicada quando chove”, afirmou o morador.

Em outros pontos da cidade também foram registrados transbordamentos de igarapés, como nos Bairros Armando Mendes e Mauazinho, na Zona Leste de Manaus. Equipes da Defesa Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros se deslocaram para as localidades a fim de averiguar as ocorrências.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) condena a prática de poluição pelos próprios moradores que residem nos arredores dos igarapés. A Secretaria informa que para pedir ação direta do órgão, a população pode entrar em contato pelo telefone 0800-092-6356 ou pelo e-mail semulsp@pmm.am.gov.br. O solicitante deverá anotar o número do protocolo da solicitação para comprovar o pedido. Outras informações sobre tratamento de lixo podem ser obtidas no site do órgão.